Close

Arquivos Mensais: junho 2015 [f2015Tue, 30 Jun 2015 23:53:51 +000006pm302015 30America/Sao_Paulo 30pm30pm 30201551 pmTue, 30 Jun 2015 23:53:51 +0000q00000053v201551 06America/Sao_Paulo651pm5351]

As horas decisivas

Sozinho na sala, jogado no sofá diante da televisão, Amadeu se diverte. Sua barriga peluda sobe e desce ao ritmo das gargalhadas. Enche o cinzeiro de bitucas e bebe cerveja em grandes goles. Às vezes cospe no chão, uma mistura marrom de saliva e nicotina. No programa Aqui Você Tem Um Amigo, um consultório sentimental […]

30 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos abandono

Ler Mais

Contos Mínimos # 321 a 330

321. Recordo-me perfeitamente do dia em que um leitor abriu nosso livro e nos encontrou festejando num canto da página, em total alegria e descontração. Ele esfregou os olhos durante uns segundos, sem acreditar no que via. Quando olhou de novo, já estávamos todas em nossa posição habitual, cada qual em sua frase, cada qual […]

29 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos Minímos contos mínimos

Ler Mais

A multiplicação

Ora, Jê, pelo amor de Deus, nós não temos dúvida de que você tem capacidade para fazer isso e muito mais, como não? É só uma operação de multiplicar, e das mais simples. Que dificuldade há nisso? Vamos, pelo menos faça um esforço. Faça isso por nós. Sabe que confiamos em você, não sabe? Não […]

25 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos multiplicação, multiplicar

Ler Mais

O velho

Homem e cadeira eram uma coisa só: assim eu cresci vendo meu avô. Sentado na cadeira da sala – um velho móvel herdado de seus antepassados, de madeira escura e cheia de marcas de dedos nos braços já gastos pelo uso -, ele era ignorado por todos os adultos, que riam alto na cozinha durante […]

23 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos velho

Ler Mais

O amiguinho

Ele estava indo embora, era só uma questão de tempo. Eu o via já fraco, comendo muito pouco, sem vontade ou apetite. Nesses últimos dias estava cabisbaixo, quase imóvel. Dava pena vê-lo tão apático, tão diferente de outros tempos em que se movia lépido, em que era feliz. Agora não passa de uma sombra do […]

22 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos amiguinho

Ler Mais

E ele?

Domingo à noite. Faz frio e chove na cidade e eu caminho lentamente sob o guarda-chuva. Penso: e ele? O que estará fazendo neste exato momento? Será que já tomou banho e está agora na cama, lendo ou vendo um filme? Eu, aqui na rua, desviando das poças d’água, olho as vitrines das lojas fechadas. […]

18 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos chuva, ele

Ler Mais

Dói

Berenice era uma mulher resistente, disposta e expedita, acostumada a sempre cuidar com presteza e silêncio dos problemas alheios, mas ultimamente tem mostrado sinais de fraqueza. Sente dores inexplicáveis por todo o corpo, como se agulhas picassem cada centímetro de sua pele. Agora é comum vê-la passando as mãos com força pelas pernas, como a […]

17 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos dor, dores, lágrimas

Ler Mais

Final feliz

A história funcionou desde o começo. Cenário e luz deslumbrantes, roteiro escrito com maestria. A ideia original – criar um planeta habitado, os seres vivos, as plantas, as flores, os vales e as montanhas – era perfeita. A cereja do bolo veio em seguida: colocar nesse espaço de sonho uma criatura interessante, dotada de vontades […]

16 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos final feliz

Ler Mais

Contos Mínimos # 311 a 320

311. Onze meninos corriam descalços pelo terreno baldio da favela, brincando. Vistos do helicóptero pelos policiais armados com metralhadoras, pareciam traficantes fugindo. 312. – Ei, vovozinha, passa pra cá tudo o que você tem aí na mão – disse o assaltante. – Ai, meu filho, que bom que alguém resolveu me ajudar! Pegue aqui as […]

15 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos Minímos contos, mínimos

Ler Mais

Tecida

Germana não era uma aranha, mas tecia. Juntava retalhos e fazia arte. Soltos, eram apenas pedaços de pano, sobras indesejadas, trapos. Nas mãos de Germana, que conduziam com habilidade a linha mágica que os unia, adquiriam nobreza. Seus dedos deslizavam por calças, saias, vestidos, colchas, blusinhas e blusões como se acariciassem a pele de um […]

9 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos aranha, tecida, tecido

Ler Mais

O amor que machuca

Entro no quarto e a olho. Falo Bom dia, como passou? e ela responde Bom dia, passei bem. Notei que hoje ela parece ter a voz um pouco mais doce que ontem. Sem gritos, sem estridência. Doce. Calma, apaziguada. Fala sem medo, como deve ser a conversa entre os casais. Olha-me nos olhos e não […]

8 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos amor, machuca

Ler Mais

Os mais belos poemas de amor

Nós, as andorinhas, levamos os segredos da primavera nas asas. Como notas musicais, como gotas de orvalho na manhã recém-nascida, atravessamos o céu e as nuvens em busca de olhares perdidos, esperançosos, silentes.   Aí estás tu. Aí está o teu olhar.   Se tu me deres morada, eu, andorinha, farei meu ninho em teus […]

3 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Poesia amor, poemas, primavera

Ler Mais

E no entanto…

“E no entanto…” – quando o marido dizia essa expressão, a mulher sabia que as coisas não acabariam bem. “Você está linda, querida, e no entanto…” – o que ele queria realmente dizer era que ela poderia, sem prejuízo algum, muito pelo contrário, usar uma roupa melhor e perder os quilos que lhe sobravam nos […]

2 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos entanto, marido, mulher

Ler Mais

Largada

Estava nua sob os lençóis revirados quando despertou, às onze e meia da manhã. O rímel escorrido, lágrimas negras perfeitamente tatuadas sob os olhos, dava a seu rosto uma aparência de fantasma. Cortinas ainda fechadas, apenas a luz débil de um abajur deixava entrever – ou adivinhar – o contorno das coisas ao redor: a […]

1 de junho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos largada

Ler Mais