Close

Arquivos Mensais: agosto 2015 [f2015Mon, 31 Aug 2015 15:44:48 +000008pm312015 31America/Sao_Paulo 31pm31pm 31201548 pmMon, 31 Aug 2015 15:44:48 +0000q00000044v201548 08America/Sao_Paulo848pm4448]

Contos Mínimos # 361 a 370

361. Quando você olhar para os ponteiros do relógio e imaginar que eles estejam dizendo “mais um, mais um, mais um…”, não se iluda. Eles estão gritando “menos um, menos um, menos um…”. 362. Estava desesperado e não viu outro jeito de resolver o assunto. Colocou uma peruca loira e óculos de sol que lhe […]

Ler Mais

Roteiro para uma cena (clichê) de filme de terror

DIA. EXTERIOR. O motorista do carro funerário espera à porta da igreja o término da cerimônia de corpo presente. Está uniformizado e tem o rosto sério. Oito homens de luto aparecem à porta, carregando o caixão. MÚSICA: Marcha Fúnebre, de Chopin, vinda do interior da igreja. Os familiares e amigos do morto saem da catedral. […]

30 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos cena, filme, terror

Ler Mais

Vai passando a procissão

Mas como pode ser essa Nossa Senhora tão africana, tão negra, parecendo que não foi acabada direito? – cochichou Marinês à amiga, quase ofendida, vendo a procissão serpenteando pela rua. No meio, bamboleando, carregado por quatro coroinhas quase meninos, o pequeno altar e, sobre ele, menor ainda, a escultura de madeira preta da santa. Marinês […]

Ler Mais

O futuro, logo ali na esquina

ENTREVISTA Será um tempo de temperaturas acima dos trinta e cinco graus. Teremos um grande período de escassez de alimentos e água, e não haverá combustível para os automóveis. As grandes cidades ficarão paralisadas. As crianças morrerão de inanição. Os hospitais estarão fechados. Os supermercados, com as prateleiras vazias. Haverá morte por um pedaço de […]

27 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos futuro

Ler Mais

Descompasso

Não deu certo. Ele a amava tão lentamente que ela não percebeu. A dele era uma paixão silenciosa, feita de olhares demorados, entardeceres com cheiro de comida, noites de música e vinho. Ela, ao contrário, tinha um querer intenso, seu afeto era veloz, o carinho, acelerado, tinha urgência entre os lençóis. O ritmo frenético de […]

Ler Mais

Aversão à primeira vista

Foi apenas vê-la naquela festa e saber que a odiaria por toda a minha vida. O perfume que emanava de sua nuca e o sabor de sua risada não conseguiram me distrair da visão de seu decote, que, eu sei, era do que precisava para saber que jamais a suportaria a meu lado. Custo a […]

Ler Mais

Faz-me rir!

Na sua casa ou na minha? Com ou sem? Luz ou penumbra? Chuva de pétalas de rosa e arroz. Dia e noite. E madrugada. Filé de frango ou macarrão? Inverno e verão. Menino ou menina? Escola pública ou privada? Só isso pra jantar? Funilaria e pintura. Carro novo, não. Desempregado. Negócio próprio? Mexido de ovo […]

24 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Poesia joão-bobo

Ler Mais

Carta para Maria Santa

Maria Santa, quero muito lhe dizer umas coisas. Coisas que andam acontecendo aqui em casa, desde que você foi embora. Coisas incríveis, sabe? Os primeiros que vi estavam atrás da geladeira. Eu os encontrei numa manhã de setembro, justo naqueles dias de passagem do inverno para a primavera, quando a solidão fica mais pesada. Lembro-me […]

Ler Mais

O jardim secreto

Meu filho foi quem a descobriu primeiro. Estava dentro de um velho armário de madeira, grudado à parede. Fazíamos nossa mudança para esta casa tão antiga, mas ainda em bom estado. – Olha, pai, uma passagem secreta. Era uma portinhola estreita, de não mais que metro e meio de altura, cravada no fundo do armário. […]

20 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos jardim, poesia

Ler Mais

Contos Mínimos # 351 a 360

351. Com habilidade e paciência, criou o clone perfeito de si mesmo. Não apenas era idêntico a ele, como também pensava como ele, tinha os mesmos sonhos, medos e ambições. “E pensar que eu só usei barro e dei um sopro…”, disse, e se deitou para descansar. 352. Depois de vinte anos de matrimônio, e […]

17 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos Minímos contos, mínimos

Ler Mais

Noite de cachorro

Como faz todas as manhãs, o cachorro tira o homem de casa e o leva para passear. Andam pelas ruas ainda vazias, moldura adequada para a caminhada silenciosa de um cachorro e um homem. Toda manhã é o mesmo: o homem, animal treinado, ergue uma das pernas para mijar em cada esquina. É um hábito, […]

16 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos cachorro, homem, noite

Ler Mais

Bullying

Dotes físicos não tinha. Antes, era o que se podia chamar de uma garota desprovida de qualquer graça: pele cheia de acne, miopia que a obrigava a usar grossas lentes, dentes maltratados, voz de timbre irritante. Não fazia força para ser agradável. Vivia isolada, amaldiçoava o mundo, cultivava o ódio a tudo e todos. Era […]

14 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos bullying, humilhação, vegetal

Ler Mais

Um dia para não esquecer

Fabiano tinha doze anos quando foi entregue ao capataz da fazenda distante. Tinha que ajudar no sustento da família. “É um menino esperto, aprende rápido, dá conta do recado”, dissera o pai. Segurando as lágrimas, Fabiano se despediu de sua mãe e ouviu atentamente o que ela lhe disse: que tivesse cuidado, que respeitasse os […]

12 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos dia, menino, sangue

Ler Mais

Recorrência

Ontem um homem foi morto por bandidos num dos shoppings da cidade. Fazia compras numa loja de artigos para o lar. Engenheiro de cinquenta anos, casado, dois filhos, nasceu no interior do Estado e morava na capital havia sete. Já estava morto quando deixou a loja. Segundo se comentou, ele não percebeu que tinha morrido […]

10 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos morto, recorrência, tiro

Ler Mais

A viagem das lágrimas

Observo-a. Minha companheira de viagem dorme, sentada na poltrona do ônibus, a poucos metros de mim. Não a conheço e, vez por outra, fixo os olhos em sua figura. Noto suas mãos cruzadas, a pele muito branca, o cabelo ruivo descendo em cascata sobre as costas. Penso escutar sua respiração regular,  de quem dorme profunda […]

7 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos lágrimas, viagem

Ler Mais

As estátuas

Todos os dias, à mesma hora, aqueles dois esfregavam no rosto uma tinta branca. Cobriam as mãos com luvas igualmente brancas e apertavam seus brancos sapatos com cordões da mesma cor. Vestiam calças e camisas brancas e, por cima, colocavam o paletó também branco, ele, e uma capa de organdi e rendas brancas, ela. Como […]

5 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos branco, estátua, negro

Ler Mais

Jornada de um homem comum

Construiu uma casa: lar. Rodeou-se de pessoas próximas: família. Preencheu seu tempo com ausências: trabalho. Povoou sua cabeça de projetos: hábitos. Bebeu o sumo negro da inveja: injustiça. Puxou o tapete de alguns companheiros: oportunidade. Manteve em suspenso suas demonstrações de afeto: dedicação à empresa. Escondeu-se sob uma capa de ciúme: amor incondicional. Sucumbiu ao […]

4 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos homem comum, jornada

Ler Mais

Esquisita

Quando vamos ao cinema, sempre pede que eu me sente primeiro. Ela gosta de entrar na sala com as luzes apagadas e, como uma desconhecida, passa por mim roçando suas pernas contra as minhas e senta-se a meu lado, iniciando de imediato aquele jogo amoroso que costuma acontecer nas salas escuras dos cinemas. Se vamos […]

3 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos esquisita, mulher

Ler Mais

A anunciação 2.0

Sobrevoando o povoado, o arcanjo Gabriel localiza a casa do carpinteiro. Agita suavemente as asas e desce até o chão, na frente da porta. José, o carpinteiro, aparece: – Devo fazer um anúncio importante, disse Gabriel. – Sou todo ouvidos, respondeu José, convidando-o para entrar. Era uma oficina escura, mas a luz que emanava do […]

2 de agosto de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos anunciação, arcanjo, maria

Ler Mais