Close

Arquivos Mensais: junho 2017 [f2017Wed, 28 Jun 2017 17:43:11 +000006pm302017 28America/Sao_Paulo 28pm30pm 28201711 pmWed, 28 Jun 2017 17:43:11 +0000q00000043v201711 06America/Sao_Paulo611pm4311]

Como sempre foi

Quando fecho os olhos, o mundo desaparece. Quando os abro, o mundo corre a se recompor no mesmo instante. Às vezes, durante o período infinitesimal dessa transição — e isso é apenas uma percepção — acredito surpreendê-lo ultimando sua tarefa de recomposição: percebo o contorno esfumaçado das coisas ao meu redor, alguns ruídos, uma chispa, […]

Ler Mais

A palavra ausente

Nós, os Valente, nunca fomos muito de falar, nem entre nós, nem com os outros. Nos conhecemos apenas de vista e só nos vemos quando coincidimos na fila do banheiro ou ao passarmos pelo corredor que leva aos quartos de cada um. Minha mãe, a mais calada de todas, costuma levantar a sobrancelha direita e […]

28 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos falar, palavra

Ler Mais

Contos Mínimos # 741 a 750

741. No mesmo instante em que ela entrou eu saía, e nos roçamos levemente. Agora entramos e saímos sem parar. 742. Nas manhãs em que não chove, as ruas se enchem de suicidas. Eles sobem nos mais altos edifícios da cidade e saltam no vazio, em conjunto, demonstrando uma invejável capacidade de coordenação. Morrem no […]

27 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos Minímos contos mínimos

Ler Mais

O padeiro

Jurandir, o padeiro, amassa seus pensamentos dentro dos pães. Com as mãos mergulhadas na mistura de farinha, fermento, sal e água, ele pensa e sonha paisagens de aquarela, risos espontâneos, olhares generosos, abraços solidários, tempos de harmonia e paz. Quando separa a massa em montinhos, cada um deles carrega dentro um pedaço da beleza imaginada […]

27 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos massa, padeiro, pão, pensamentos

Ler Mais

Maridos

As patroas das empregadas domésticas são muito complicadas e exigentes. Reclamam de qualquer coisinha. Basta um isso para que acusem as trabalhadoras de roubo. Acusam-nas de espiar a dona da casa, de fazer piada, de caçoar, de fazer pouco caso. Elas odeiam quando as moças mudam os objetos de lugar, usam o sabonete do lavabo, […]

Ler Mais

Roubo

Meu silêncio foi roubado. Peço à pessoa que o encontrar: trate-o com carinho. Não grite com ele, que se assusta. Tampouco o aborreça com palavras inúteis. Quando ele estiver bem acostumado com seu novo dono, imploro o favor de cravar fundo um punhal em seu peito, bem no centro de sua total indiferença, até que […]

25 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos punhal, roubado, silêncio

Ler Mais

Não é nada, mas poderia ser algo

O peixinho colorido nada no aquário, indiferente ao interesse que desperta no gato, que o olha de frente, a pouca distância. O felino espreita, mas sabe que é inútil qualquer esperança de conseguir o que deseja. O outro, dentro da água, intui que está seguro, e por isso nada tranquilo. O menino interrompe por um […]

22 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Prosa Poética gato, mãe, menino, nada, pai, peixe

Ler Mais

Enquete

Poucas horas após minha morte recebi por e-mail uma mensagem que pedia minha opinião sobre o que era a vida, já que eu tinha acabado de sair dela. Quando estava vivo, costumava receber esse tipo de pesquisa eletrônica, mas nunca dei importância. Eram perguntas sobre o hotel onde tinha me hospedado poucos dias antes, ou […]

21 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos defunto, enquete, opinião, vida

Ler Mais

Valei-me, Descartes!

Dói-me o estômago e perdi meus óculos de leitura. Procuro lidar com essas adversidades com estoicismo, mas não é fácil. Sou muito metódico para tudo, inclusive o sofrimento. Por isso considero incompreensível a perda dos óculos: quando interrompo a leitura, sempre os coloco sobre o livro que estava lendo e assim evito andar atrás dele […]

20 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos Descartes, dor, estômago, método, óculos

Ler Mais

Se eu fosse um menino

Essa nuvem, se eu fosse um menino, seria algum bicho, ou um brinquedo, ou a cara gorda de um amigo do ginásio. Agora só sei que é uma coisa que contém uma outra coisa que cairá sobre mim. E essa outra coisa, se eu fosse um menino, despencaria sobre a minha língua e eu a […]

19 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia bicho, brinquedo, menino, nuvem

Ler Mais

Cotidiano da dor

Antes que papai chegue, eu e minha irmã passamos um pouco de ruge naquele rosto pálido e também colorimos de vermelho os lábios murchos. Colocamos a peruca e o colar de pérolas. Quando ele aparece na porta do quarto, diz o quanto ela está bonita e promete, como faz todas as noites, que eles irão […]

17 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos amanhã, cotidiano, dor

Ler Mais

As pessoas na sala de estar

Estava na cozinha preparando algo para comer quando ao meu lado apareceu um sujeito estranho, a quem nunca tinha visto. Perguntei se vinha do além ou do espaço sideral, pois sou daquelas pessoas que creem no além e em vida no espaço sideral. O estranho ser me disse que vinha da sala de estar. Ah, […]

15 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos estar, filha, mãe, pai, sala, vida

Ler Mais

Contos Mínimos # 731 a 740

731. Salvou-o a intuição. Depois do último beijo, correu para cuspir o veneno. 732. As paredes do apartamento de Janete parecem feitas de papel. São sutis, diáfanas, comunicantes. Ela não sabe onde termina seu quarto e onde começa a sala do apartamento pegado ao seu. Quando ouve o despertador do vizinho, ela se levanta. Quando […]

14 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos Minímos contos mínimos

Ler Mais

Poderia ser pior

Tenho que entregar os pontos e admitir que, ultimamente, está sendo cada vez mais difícil encontrar as chaves de minha casa. Estão sempre enredadas num emaranhado de moedas, canetas, caixas de chicletes, telefone celular, camisinhas, lenços, canivete, protetor solar, cortador de unha, cartelas de comprimidos, escova de dentes, documentos e carnês de contas a pagar […]

12 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos bolso, chaves, direita, esquerda

Ler Mais

De amor e de inspiração

Eu te observo com gesto ousado, quase altivo. Tantas vezes desenhei esse momento em minha imaginação, que me apresento a ti com a audácia de quem conhece teus passos e sabe teus caminhos. Tu, imaculada, te entregas pela primeira vez. Enfrentas a emoção primitiva da aventura e ofereces teu corpo e alma a alguém que […]

11 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Prosa Poética amor, inspiração, musa

Ler Mais

A carta

Esta manhã ele se levantou inquieto. Pegou no armário uma roupa qualquer e guardou a carta no bolso. Decidiu não perder tempo fazendo a barba, mas, depois de se olhar no espelho e perceber as olheiras, resolveu melhorar a aparência. Passou rapidamente a lâmina sobre o rosto e foi para a cozinha. Vacilou uns minutos […]

10 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos banco, carta

Ler Mais

Buracos negros

No dia em que os cientistas descobriram o primeiro buraco negro do universo, comprovaram a existência de água em seu interior. Isso fazia supor a possibilidade de vida — tal suposição transformou-se rapidamente em certeza. A civilização que encontraram lá mostrou-se surpreendentemente parecida à nossa. Não apenas se organizavam em diferentes países, cidades e comunidades, […]

Ler Mais

Coisa de louco

O que comentam é que Gabriel não tinha como saber a verdade, já que foi criado por freiras num orfanato. Não conheceu os pais nem ninguém de sua família biológica. Mal tinha nascido quando uma vidente, dessas que ganham a vida enganando gente ignorante, sussurrou no ouvido da mãe: Essa criança nasceu com olho grande, […]

8 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos criança, filho, louco, mãe, pai

Ler Mais

O sonho é meu

Abri o guarda-roupa e o cheiro de sândalo inundou o meu nariz. Como se ali houvesse um tesouro, enfiei a cabeça com cuidado e olhei para os dois lados. Empoleirada sobre as duas caixas de sapato à direita, uma galinha estava imóvel. Levei um susto e pisquei várias vezes para ter certeza do que via. […]

7 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos galinha, sonho

Ler Mais

O pincel de pelo de texugo

Ao chegar a São Paulo vindo de Londres, Fernando abriu a mala e percebeu a falta de seu pincel de barba. Era um pincel de pelo de texugo, objeto de grande estimação. Desolado, andando de um lado ao outro do quarto, ele procurou rememorar, em vão, os últimos instantes antes de fechar a mala para […]

6 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos objeto, pelo, pincel, texugo

Ler Mais

O trabalho sujo

O pai, inflexível, expulsou-o de casa quando ele ainda era adolescente. Agora, vinte anos depois, homem feito, Josué soube da notícia: queriam-no de novo na cidade, para que executasse um serviço que só ele poderia fazer e que não deixasse pistas; poderia voltar a desaparecer no mundo depois. Recebeu dinheiro adiantado para o trabalho sujo. […]

5 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos filho, ódio, pai, sujo, trabalho

Ler Mais

Deter o tempo

Posso deter o tempo. É um dom. Sempre soube disso, mas nunca comentei com ninguém porque não saberia como explicar esse fenômeno. Ouça, sabe que, se eu quisesse, poderia parar o relógio por dez minutos? Não, ninguém iria acreditar. A primeira vez que pensei deliberadamente em usar esse poder foi no pátio do colégio, quando […]

3 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Prosa Poética deter, dom, poder, tempo

Ler Mais

Um dia de chuva e Amy tocando no rádio

No dia em que você foi embora eu tinha resolvido cozinhar e estava preocupado, sem saber se fazia macarrão ou almôndegas. O rádio tocava uma canção de Amy, que estaria morta três dias depois. Claro que eu não poderia imaginar uma tragédia dessas — o fato de você me abandonar, quero dizer. A única coisa […]

2 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos almôndegas, Amy, chuva, macarrão

Ler Mais

Contos Mínimos # 721 a 730

721. O novo aluno era o único branco do colégio. E então chegou a hora do recreio, quando a criançada forma as equipes para brincar e jogar futebol. 722. “Escrevo cartas de amor em vários idiomas. Êxito garantido” — assim dizia o anúncio do jornal, que apresentava em seguida o número de telefone. Liguei por […]

1 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos Minímos contos, mínimos

Ler Mais