Close

Arquivos Mensais: maio 2018 [f2018Thu, 31 May 2018 15:44:46 +000005pm312018 31America/Sao_Paulo 31pm31pm 31201846 pmThu, 31 May 2018 15:44:46 +0000q00000044v201846 05America/Sao_Paulo546pm4446]

Contos Mínimos # 901 a 910

901. A mulher está inquieta, parece muito nervosa. Olha para os lados como se procurasse algo ou alguém. Segura um bebê nos braços, enrolado num cobertor puído. Vê-la na plataforma do metrô é muito perturbador. Não carrega mala ou sacola e a roupa que veste está esgarçada. Ouve-se o barulho do trem que se aproxima […]

31 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos Minímos contos mínimos

Ler Mais

Mulher(es)

Trepado num caixote na porta do bordel, um homem, megafone em punho, anuncia aos passantes a mercadoria que está à venda dentro da casa. Diz ele que lá, entre cortinas de veludo e almofadas de cetim, nos quartos vestidos de vermelhos e beges e espelhos, há uma mulher branca como leite, cheia de graciosas sardas […]

27 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos mulher

Ler Mais

Os gritos de socorro

Desde que as crianças desapareceram, a cidade se encheu de um silêncio denso e quase mastigável. Todos fingimos que é normal, mas não é. Como também não é normal esse cheiro de adulto grudado em tudo. Não sentimos mais o aroma de caramelos de cereja nem o de chiclete sabor tutti-frutti. Tudo fede a desinfetante […]

Ler Mais

A sombra do meu avô

Do meu avô herdei sua sombra e a expressão feladaputa. Ele era um mágico espetacular, com dom e graça para divertir quem estivesse a seu lado. E tinha poderes. Os cães raivosos não o mordiam e, se algum chegasse perto, ele logo soltava um feladaputa e o bicho saía correndo. Quando íamos ao colégio, ao […]

22 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos avô, mágico, poderes, sombra

Ler Mais

A procissão das velhas invisíveis

À meia-noite as velhas saem à rua na direção da igreja pra rezar o rosário. Basta encostar o ouvido na porta do templo e lá estarão elas (faz anos que ninguém pisa lá, os ladrilhos estão trincados e empoeirados, os bancos quebrados e a sacristia sem uma só garrafa de vinho) declamando as orações. Depois […]

Ler Mais

Contos Mínimos # 891 a 900

891. Allegro. Debruçado no teclado de teu peito, meus dedos trazem Johann para interpretar sua marcha triunfal entre buquês de flores de variadas espécies. Caladas as velhas teclas, a melodia ainda ressoa bem alto no auditório de teu ventre. Andante. Como se fosse ontem e não se cumprissem vinte anos justamente hoje! Acaso teu corpo […]

17 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos Minímos contos mínimos

Ler Mais

A triste história da tia Beatriz

Já nasceu velha e deixou passar o melhor da existência, por isso seu sorriso foi sempre triste. Parou num tempo, um tempo de guerra que lhe roubou os namorados que nunca teve e os beijos que nunca deu. A guerra acabou e suas ilusões também. Não se dedicou aos sobrinhos e assim livrou sua biografia […]

Ler Mais

A fotografia

Eu digo com franqueza, e espero que decidam logo, porque time is money: com a boquinha fechada, o cabelo penteado com gel e terninho de missa é como eles saem melhor. Pelo mesmo preço, e a título de gentileza, posso conseguir um traje de marinheiro ou de soldadinho de chumbo. Se ficar grande, o alfaiate […]

14 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos fotografia, menino

Ler Mais

Nomes e destinos

Clara, a de pele negra, desfila de salto alto e minissaia pelas ruas mais movimentadas da cidade. Branca, a cheia de sardas e pintas e brotoejas, se prostitui na Rua da Negritude. Conceição aborta numa clínica no Bairro da Luz. Maria da Paz disfarça os hematomas produzidos por seu marido com muito pancake e blush; […]

11 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos cidade, destino, filhas, nomes, ruas

Ler Mais

Parecer um

Acompanho com os olhos o voo da mosca que entrou pela fresta da janela. Me distraio assim às vezes, em outras me concentro em minhas mãos, os dez dedos, as dobras, a palma e o dorso. Olho-as em silêncio e as movimento sem muito controle, num ritmo que só eu tenho e sinto. É verdade […]

10 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos bebê, mãos

Ler Mais

Pelos olhos de um cavalo

Subi até o Morro do Gavião e de lá olhei a cidade por inteiro. Não era uma cidade grande, mas era bela, e mais bela ainda vista de cima e em toda a sua extensão. Abraçar uma cidade inteira com o olhar não é pouca coisa, exige senso de contemplação e silêncio. Ao virar pro […]

10 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos cavalo, cego, cidade, imaginação

Ler Mais

Labirinto

Mal entrou no labirinto, desapareceu nas sombras e não enxergou mais nada. Sentiu o peso do escuro ao redor. Como sou idiota!, pensou, além do novelo tinha que ter trazido pelo menos uma lanterna, qualquer coisa que iluminasse esse breu. Mas já estava dentro, então esperou que seus olhos se acostumassem com a escuridão e, […]

4 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos direita, escuridão, esquerda, labirinto

Ler Mais

Os feios, os desocupados e os vadios

Os feios, os desocupados e os vadios esticam o esqueleto e a pança nos bancos da praça, viram o rosto com os olhos fechados na direção do sol e bocejam. Palitam os dentes, coçam o saco, praguejam. Consomem os dias assim, nesse nada-pra-fazer-e-que-se-foda. Deixam a vida passar, a cabeça sob chapéus de palha e gorros […]

1 de maio de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos desocupados, feios, praça, sangue, vadios

Ler Mais