Close

Arquivos Mensais: julho 2018 [f2018Tue, 17 Jul 2018 17:27:10 +000007pm312018 17America/Sao_Paulo 17pm31pm 17201810 pmTue, 17 Jul 2018 17:27:10 +0000q00000027v201810 07America/Sao_Paulo710pm2710]

O trono imaginário

Nas ruas de terra, sob o sol a pino, os meninos se divertiam no meio da poeira e das pedras. Um deles, cansado dos mesmos jogos, propôs uma nova brincadeira: o trono imaginário. O jogo era escolher, por turnos, um imperador, sentá-lo num trono invisível e fazê-lo todo-poderoso durante alguns minutos. O ungido, durante esse […]

17 de julho de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos brincadeira, imperador, mentira, trono

Ler Mais

A mulher do meu conto

Não sai só de sua garganta. Vem também dos olhos, dos ouvidos, de seu peito, de sua barriga, da língua que tantas vezes tocou uma outra língua, da ponta dos dedos que já percorreu um outro corpo, de cada poro de sua pele que antes foi acariciada com delicadeza. Antes. A mulher do meu conto […]

17 de julho de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos conto, grito, mulher

Ler Mais

À imagem e semelhança de alguém

Era um adorador que não fazia distinção, cão carente e cego: adorava todos os deuses que se lhe apresentassem. Para ele, não havia deus que não merecesse suas preces e devoção. Conhecia de cor as orações dos mais diversos livros sagrados, rezava por todas as cartilhas religiosas, vindas elas do Oriente ou do Ocidente, dobrava […]

Ler Mais

Ar fresco

“Tome um ar fresco e um pouco de sol para arejar a pele. Arre, você fede”, me disse a senhora que passou apressada pela esquina onde eu tava sentado, esperando por um trocado. Olhei pros lados, não vinha ninguém. Ergui um braço, depois o outro, e cheirei meus sovacos. Ela tinha razão, do jeito que […]

9 de julho de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos ar fresco, lixo

Ler Mais

Orquestra de senhoritas

Manuela, Devanir, Maria Pia, Mercedes. Sax, oboé, fagote e piano. Elisa, Jurema, Alcina, Maria Gorete. Violoncelo, harpa, flauta, xilofone. Todas em seu lugar, ou quase. Marília, da percussão, chegou esbaforida, o olho roxo. Cochichou para Darlene, do clarinete, caí da escada. Darlene olhou com pena para a colega e pensou agora o nome do Josias […]

Ler Mais

Código de barras

Ordenou as notas pelo valor, as maiores embaixo, as menores em cima. Dobrou o maço e passou o elástico, anotou a féria na caderneta e fechou a registradora. Assim começava o melhor momento do dia: quando tudo terminava. Sonhava, por um instante só, que era dona daquele dinheiro e nunca na vida tinha trabalhado como […]

5 de julho de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos código de barras, dinheiro

Ler Mais

Contos Mínimos # 911 a 920

911. Até seu carro se chocar contra a pilha de toras que caiu de repente do caminhão que ia à sua frente, fazendo com que seu crânio explodisse contra o para-brisa e enchesse o painel e os bancos do automóvel com uma mistura indigesta de sangue e pedaços de cérebro, Agnelo Armando de Souza só […]

5 de julho de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos Minímos contos mínimos

Ler Mais

Aquele olho

A etapa seguinte do Caminho terminava atravessando a Ponte dos Martírios. Foi ali que perdi o rumo, perdi a mim mesmo. Olhei em volta: nenhum ponto conhecido, nenhuma direção confiável. Um andarilho perdido, por onde seguir? Andarilhos, cuja profissão é andar, só andar, ainda assim precisam de rumo, meta a atingir. Eu tinha perdido a […]

Ler Mais

Os olhos e o sorriso dela

Existiu há muito tempo um homem que dedicou sua vida a estudar o sorriso da Monalisa. Enigmático, indecifrável, dissimulado, insolente — ele jamais admitiu esses adjetivos para descrever o que chamava de “o mais belo ricto da história da espécie humana”. Para ele, ali havia muito mais que um simples contrair e curvar de lábios: […]

2 de julho de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos Monalisa, olhos, senhora, sorriso

Ler Mais