Close

Arquivos Mensais: março 2020 [f2020ter, 31 mar 2020 18:10:18 -030003pm312020 31America/Sao_Paulo 31pm31pm 31202018 pmter, 31 mar 2020 18:10:18 -0300q00000010000202018 03America/Sao_Paulo318pm1018]

Formas

Há quem veja mandalas, há quem veja sombrinhas.   Formas de se entrar no mundo ou de se proteger dele.   À escolha.  

31 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia formas, mandalas, sombrinhas

Ler Mais

Amanhã será outro hoje

Parar por um momento desligar avançar retroceder parar novamente deter-se por completo tomar fôlego perder o fôlego recobrar o fôlego dar-se tempo para um pouco de depressão introspecção desolação avaliação conter o ritmo, seguir as horas do universo, não a do metrô preparar-se para situações não desejadas desejar estar em situações não preparadas dar a […]

30 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia amanhã, hoje

Ler Mais

A mulher Clementina

Este ano toca plantar e colher milho, já deram a ordem. Antes já foi feijão e trigo. Milho agora. A gente ouve, a gente cumpre. Mas não vai chover uma gota, disseram. Outra colheita perdida. Apesar de tudo, Clementina segue na lavoura, cavucando a terra seca com a enxada sempre à mão, fazendo valas, limpando […]

29 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos avô, colheita, enxada, mãe, Terra

Ler Mais

Desassossego

Hoje a atmosfera é um traje demasiado apertado no qual me custa entrar, igual a uma roupa para o luto.   Incomoda o movimento do vestir, dói a tamanha inadequação, esgarça esse tanto esticar.   Não é algo no meu corpo, vem de fora de mim, vem do ar, coisa que não deveria estar aqui, […]

Ler Mais

Os refugos

Tenho uma casa cheia de móveis comprados em diversas lojas de refugos. Não me custaram muito dinheiro, mas são meus, adaptaram-se aos cantos onde os meti e agora não enxergo a casa sem eles. São madeira velha, e contam histórias que gosto de ouvir quando estou sozinho. Vejo as digitais dos antigos donos, tento imaginar […]

Ler Mais

Se te disserem

Se alguém te disser ao pé do ouvido que tudo o que acontece não é por culpa tua,   que os usurpadores virão de muito longe e, falando outro idioma, te roubarão o trabalho e o pão e até o futuro,   que tu deves sair às ruas com a bandeira da pátria sobre os […]

26 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia bandeira, nação, pátria, Terra

Ler Mais

Limpeza

Para toda limpeza há que se ter método. A limpeza esconde algo necessariamente sinistro: fazer desaparecer aquilo de que não se gosta, pôr no lixo o que não merece ver a luz.   Trocar os lençóis, jogar fora as flores murchas, lavar o piso, eliminar a poeira, trazer de volta a cor original do tapete, […]

26 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia coisas, cortinas, limpeza, porta, tapete

Ler Mais

O dicionário não explica

A palavra, o verbo e seu significado devastador: enganar, lograr, ludibriar, mentir   O dicionário só define não explica estanca no limite da semântica é só significado sem veias, sem sangue, sem grito:   é só significado   E se enganar não fosse algo tão ignóbil nem tão irremediavelmente grave e não tivesse consequências fatais […]

Ler Mais

Ir a ti

As quatro pilastras que te dão sustentação e o canto do teto desenhado de aranhas e sua teia retêm a lembrança mais remota: fronteira do pensamento, borda a que nada escapa, tesouro. A luz que estoura no vidro das três janelas, a rua sem asfalto, sem nada, o passeio de charrete, o cocô verde do […]

23 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia casa, interior, lembrança, sina

Ler Mais

Conversas

Os nossos diálogos cotidianos — era isso que me dava mais alegria. Conversas quase sem significado, que se tornavam cheias de ternura sem querer, mal dávamos por isso. Ao sair de seus braços, por exemplo, eu dizia Meu amor, eu vou. E ela respondia Meu amor, eu fico. Era assim, por meio de desimportâncias como […]

Ler Mais

Abelha

Para um dia de sol te ofereço meu chapéu.   Para um caminho longo te dou meus sapatos.   Para as noites de angústia meu ombro é o teu lugar.   Para as horas de solidão: minha mão, ainda que eu, ao lado teu, esteja tão solitário como a abelha no ventre de uma rosa. […]

21 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia abelha, rosa, solitário

Ler Mais

Sonhar com pássaros

Tu, que sonhas com homens-pássaro,   espero que algum dia sonhes também com aqueles homens que não sabemos voar.  

20 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia homem, pássaro

Ler Mais

Passado

Lembrança ruim não era, não era o cheiro de um dia determinado, esse perfume no ar era a soma de todos os cheiros juntos, que só os mais velhos conseguem sentir. Já vi passar tantos calendários… Isso é cheiro de passado!  

20 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia calendário, cheiro, passado, velhos

Ler Mais

A roda

Há mais inteligência e sentido na rua deserta que recebe a noite com vento, poeira e luz baça e prepara o terreno para o dia seguinte do que nos humanos com cérebros encarcerados. Estes são incontáveis: multiplicam-se, pululam, reproduzem-se de maneira incontrolável. Estão a serviço de seus amos. Levantam-se a cada manhã, recebem as instruções […]

19 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia escravos, estúpidos, humanos, roda

Ler Mais

Em horas assim

Em horas assim, em que tudo transborda, em que o “vai passar” não passa nunca,   eu e aquele que fui nos sentamos no umbral do meu olhar, na beira, e dizemos: “Nunca me neguei a carregar a cruz, Senhor, estou acostumado aos cravos — a sangrar.”  

17 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia cruz, horas, sangrar

Ler Mais

Eu sou o instante

No balcão do bar, à minha direita, com trinta e oito anos, um metro e oitenta de altura e aproximadamente noventa quilos, Júlio Andrade, engenheiro, toma um café com leite. Está sozinho. Foi um pai exemplar até as oito horas e vinte e três minutos da manhã de ontem, quando sua única filha, Marita, de […]

12 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos instante

Ler Mais

A triste árvore do futuro

não há mais horizontes o tempo os derreteu   sem dar por isso andei e cheguei ao muro no final do caminho e justo ali vi meu nome escrito enforcado num galho esquelético da triste árvore do futuro   O muro é preto e também infinito nele não há portas passagens nem atalhos que permitam […]

10 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia árvore, futuro, muro, nome

Ler Mais

Água

Água negra que desce do céu, das montanhas, encostas, cumes, podre, enlameada, água das cloacas, água dos desperdícios, dos restos, das sobras, água covarde que surge como uma sombra traiçoeira, água suja das madrugadas,   água espessa, os presentes que nos traz não interessam — nem as garrafas vazias, nem as bitucas de cigarro, nem […]

9 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia água

Ler Mais

A décima vez

1. Há rumores preocupantes de que no outro mundo nossos mortos queridos, queridíssimos, nos esperam ansiosos para conversar sobre alguns assuntos que não foram muito de seu agrado.   2. Por que não vemos Deus, mamãe, quando olhamos para o céu? Porque é imenso, será? Ou porque é muito pequeno?   3. Meu anjo da […]

7 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia décima vez

Ler Mais

Embrulho

Quando o corpo do homem grande rachou, o menino saiu da carcaça e voltou à vida. Ainda desorientado e sonolento, fez o que pôde para carregar aquele peso enorme, aquele corpo imenso que jamais imaginou que pudesse ser seu.   Tanta pele, tanta poeira, tanto espinho! Dobrou tudo, fez um embrulho e o deixou num […]

6 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia embrulho, pedra, tampinha

Ler Mais

Violeta e Jacinto

Violeta é tímida e ruboriza por uma coisa qualquer. Quando se sente observada, seu rosto adquire um tom rosado, levemente lilás e ela ri envergonhada, escondendo a boca com uma das mãos. Jacinto ostenta todas as cores e é atrevido, despachado. Olhou para Violeta, gostou, sorriu. Foi até onde ela estava. Era um festival de […]

Ler Mais