Close

Arquivos Mensais: setembro 2020 [f2020sáb, 19 set 2020 09:28:54 -030009am302020 19America/Sao_Paulo 19am30am 19202054 amsáb, 19 set 2020 09:28:54 -0300q00000028000202054 09America/Sao_Paulo954am2854]

Companhia

Vivia abaixo da mais absoluta miséria. Um cão velho e manco lhe trazia o almoço.  

19 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos almoço, cão, miséria

Ler Mais

Bagaço

A mãe disse que daria uma laranja para a filha se ela se comportasse e fizesse o que tinha pedido. A garota, com esforço sorridente, se comportou e fez o que a mãe lhe pedira. Então a mulher, gargalhada imunda nos olhos e nos dentes, chupou a laranja e jogou o bagaço no colo da […]

18 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos bagaço, conto, filha, laranja, mãe, velha

Ler Mais

Barco

Nem cais, nem porto, nem vela. Não sei, não sei. Não sei explicar, com palavras deste mundo, que partiu de mim um barco levando-me.  

17 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia barco, palavras, poema, poesia, poeta

Ler Mais

A cidade

Pouco importa o que façamos, pensemos decidamos: a cidade não tem memória e não nos guarda.   Pouco importa o quanto falemos, contribuamos, melhoremos: a cidade definha, quase morre, e só permanece em pé para depois contar, em silêncio, a própria história aos novos habitantes.  

Ler Mais

Sobre guerras. Qualquer guerra

#1 A guerra terminou. Os soldados recolheram suas armas e demais pertences e voltaram para casa. Os sargentos deram as últimas ordens e voltaram para casa. Os capitães guardaram suas medalhas e voltaram para casa. Os generais pensaram em criar outra guerra para se sentirem em casa.   #2 Quando acabou a reunião entre os […]

Ler Mais

Mundo novo

Olho fotografias, ressuscito lembranças adormecidas, acaricio a tatuagem no lado esquerdo do meu peito (meu idioma, meu vocabulário, minha rainha-palavra) e digo adeus ao mundo que conheci e amei.   Miro o desterro, cruzo a fronteira com o coração flechado e exangue, fecho os olhos, puxo o Sossego para perto de mim (Sossego é o […]

Ler Mais

Discutindo a relação

No restaurante, o casal em crise matrimonial acabou de discutir a relação. — Se você fizer como falei, tudo se ajeitará. E então, como se sente agora, querida? Mais tranquila? — perguntou ele. — Sim, querido, bem mais tranquila. Assim que sairmos daqui eu vou arrebentar a sua boca — disse ela, com seu sorriso […]

Ler Mais

Semelhanças

Responder “pelo menos você tem emprego” a quem se queixa do trabalho é o mesmo que dizer “pelo menos você tem marido” a uma mulher que apanha do companheiro.  

Ler Mais

Matrimônio

Depois de vinte anos de matrimônio e várias sessões de terapia de casal depois, eles descobriram finalmente a importância do sexo no casamento. Decididos, mergulharam fundo nessa questão e passaram a fazer amor cinco vezes por semana. Mas só uma era entre eles.  

12 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos amor, casal, casamento, conto, sexo

Ler Mais

Ninguém ouviu

Com a cantoria do Hino Nacional no pátio da escola, ninguém ouviu quando, na sala 102, Clarinha gritou “Não!” ao professor Júlio.  

10 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos cantoria, conto, HinoNacional, não

Ler Mais

A festa

Não se incomode com nada, senhor. Já cuidamos de todos os detalhes. A decoração da sala está pronta, o bolo com as setenta e oito velas, os docinhos e os salgadinhos — tudo de acordo com seu pedido. O serviço de bufê começará no horário marcado, conforme combinamos. Esteja certo de que será uma comemoração […]

9 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos amigos, aniversário, conto, festa, filhos

Ler Mais

Quando ele era um menino

Sai de casa sem pressa e, mesmo assim, é o primeiro a chegar, a noite mal começou. Enquanto espera pelos outros, pede um café e o toma aos golinhos. Os outros vão chegando aos poucos e se sentando a seu lado. Pedem bebidas variadas. Um deles dá as cartas e começam a jogar. Falam do […]

Ler Mais

Saber a mar

Lá embaixo o mar está em calmaria, e isso mexe com a memória de Jonas. Mar calmo não é bom, é ilusão, ele se lembra. Em vão afunda a cabeça no travesseiro. Não dorme, não consegue. Tanta calma assim estira seus nervos. Sai da cama no escuro, abre a porta da rua e desce até […]

Ler Mais

O discurso

“Vai se espatifar contra nossas fronteiras, vai bater de frente com nosso orgulho, nossa bandeira e nossa história, e em apenas dois dias venceremos esse invasor que nos odeia, que inveja nossas tradições, nosso passado, nossa paisagem e nossos costumes. Nenhum vírus poderá conosco, somos um povo forte, de maneira que sigamos em frente, vamos […]

Ler Mais

Sabor

O nó na garganta é o mar a ponto de transbordar pelos olhos, inundar a face, romper diques, destroçar os cais, alcançar a boca. É assim que se aprende quão salgado é o sabor da lágrima.  

Ler Mais

O beijo ansiado

Beber como quem acumulou toda a sede dos desertos de onde regressou. Saciar com profunda sucção o desejo de cem gargantas abrasadas. Engolir tudo, sem opção nem remorso. Abrir os olhos, lamber a última gota de quem emprestou sua boca e morrer de sede outra vez.  

3 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia beijo, boca, desertos, poema, poesia, poeta, sede

Ler Mais

Pedra

É de ser pedra que se trata aqui. Ser pedra para não ser reflexo de nada. Rasgar a água, escutar o grito molhado de quem sente a carne dilacerada e tocar o fundo sem nunca perder a forma. Ser eterna. Ser pedra para poder ser.  

Ler Mais

A mãe e o filho da mãe

Estancaremos aqui, a esperar que nada de mal nos ocorra, que ninguém nos encontre, que o mal não nos atinja. Beberemos o tempo de um gole só e calaremos nossa voz, a tua e a minha. Estamos sozinhos.  

3 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia filho, mãe, mal, poema, poesia, poeta, tempo

Ler Mais

Tribunal

O condenado se encolhe sobre a pedra dos sacrifícios e aguarda a execução. Sente frio, a pedra é gelada. Já anunciaram as alegações: os crimes são imperdoáveis! A defesa pouco ou nada pôde fazer para evitar a sentença que, de resto, era esperada por todos. O júri não teve compaixão e declarou o réu culpado […]

3 de setembro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos condenado, conto, justiça, tribunal

Ler Mais