Close

21 de março de 2020

Abelha

Para um dia de sol

te ofereço meu chapéu.

 

Para um caminho longo

te dou meus sapatos.

 

Para as noites de angústia

meu ombro é o teu lugar.

 

Para as horas de solidão: minha mão,

ainda que eu, ao lado teu, esteja tão solitário

como a abelha no ventre de uma rosa.

 




Tags:, ,

21 de março de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia abelha, rosa, solitário

               
              
            
                

Deixe um comentário