Close

18 de janeiro de 2016

Acidente doméstico

menina assustadaO grito da mãe a rouba do sonho. A menina abre os olhos e logo percebe. Ouve a mãe na cozinha e a voz colérica do pai. O som de um tapa a faz encolher-se na cama. Já conhece a cena: o pai vocifera enquanto vai e vem pela casa, esbofeteando quem encontra pelo caminho – e a mãe está sempre no caminho. Salta da cama e ainda descalça vai até a cozinha. Vê a mãe no chão e tenta fazer um carinho em seu rosto. A mãe a olha com um olho só, o outro está inchado e roxo. A voz violenta do pai interrompe seu gesto: Nem pensem em mexer no quadro de luz, ouviram, suas desgraçadas? Estão me ouvindo, as duas? Vou ver se arrumo duma vez essa lâmpada filha duma égua. Sai e volta arrastando uma escada. Sobe até o último degrau e começa a fuçar na fiação elétrica do teto.

A menina sai da cozinha sem que ele perceba. Volta com um banquinho nas mãos. O olho da mãe encontra os dois olhos assustados da menina. Três olhos encharcados de medo e cumplicidade olham ao mesmo tempo para o quadro de luz. Voltam a se olhar. A mãe assente com a cabeça. A menina posiciona o banquinho perto do quadro e fica em pé sobre ele. Olha para o pai e o vê com os fios elétricos na mão. Volta-se para o quadro. Aperta um botão. E fecha os olhos.

 




Tags:, , ,

18 de janeiro de 2016 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos acidente, mãe, menina, pai

               
              
            
                

Deixe um comentário