Close

4 de janeiro de 2017

As jararacas

Deu-se o fato de que duas jararacas irmãs, quando ainda eram filhotes, se arrastaram na poeira numa luta feroz por um alimento que ambas desejavam. O resultado foi que uma delas arrancou um olho da outra, abocanhou a comida e se afastou, abandonando a irmã, agora caolha, à própria sorte. O tempo passou e, muitos anos depois, elas voltaram a se encontrar na floresta. Disse a jararaca que tinha dois olhos:

— Minha querida irmã, que alegria vê-la de novo! — e serpenteou pela relva na direção da outra para se enroscar nela e celebrar o reencontro.

A jararaca caolha fez cara de ofendida e não mostrou a menor satisfação em ver a irmã. Ficou quieta onde estava. A outra insistiu:

— Minha irmãzinha! Ah, não me diga que ainda está com raiva de mim. Eu estou tão arrependida! Venha cá, enrosque-se em mim e vamos esquecer tudo. Amigas?

Depois de pensar um pouco, a caolha resolveu se manifestar:

— Olhe aqui, tudo isso é muito bonito, muito comovente, mas sou eu a defeituosa. É em mim que falta um olho. Eu até queria ser sua amiga e perdoar o que você me fez, mas quando me lembro da dificuldade que tive para crescer e sobreviver com um olho só, me vem uma raiva incontrolável. Não posso lhe dar meu perdão.

— Mas eu estou tão arrependida!, balbuciou a outra, com os dois olhos cheios de lágrimas.

— Bom, se é assim, se o seu arrependimento é sincero e você deseja mesmo ser minha amiga, argumentou a jararaca caolha, pode fazer uma coisa muito simples e tudo estará resolvido. É um pequeno sacrifício que eu lhe peço.

— E que sacrifício é esse?

— Deixe que eu lhe arranque um olho. Que tal? Você perde um olho mas, em compensação, ganha uma irmãzinha de novo.

A jararaca que tinha dois olhos não aceitou e serpenteou floresta afora.

 




Tags:, , ,

4 de janeiro de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos caolha, filhote, jararaca, olho

               
              
            
                

Deixe um comentário