Close

8 de novembro de 2016

As nódoas vermelhas

nodoas2

A barba espeta um pouco, é verdade, faz cócegas e pinica, mas — ah, filhas! — aqueles lábios, doces como pitangas maduras, vão levá-las ao céu das bem-aventuranças, diz a madre superiora às noviças que a ouvem com devoção. Com a ponta dos dedos, alisa delicadamente as vestes e as mãos da imagem. Em êxtase, fecha os olhos e faz o sinal da cruz, depois se curva e beija os imaculados pés de gesso e mármore.

As noviças soltam suspiros abafados de emoção enquanto se empurram umas às outras para garantir o melhor lugar. Todas querem estar o mais próximo possível do enorme crucifixo posto no centro do altar. É Sexta-feira da Paixão e o padre Jonas logo estará ali para começar o Sermão das Sete Palavras.

A madre faz a última advertência: Filhas, tenham bastante cuidado com as santas chagas das mãos. As manchas de sangue podem grudar no hábito e são muito difíceis de lavar. A irmã Angelina passou meses usando o hábito com nódoas vermelhas. É melhor evitar, compreenderam?

 




Tags:, , ,
               
              
            
                

Deixe um comentário