Close

9 de abril de 2015

As palavras que não são ditas

separação-de-casal

Há meses que só há silêncio em nossa casa. Nenhuma palavra sai de minha boca, nem da dela. Em algumas ocasiões ela se levanta e prepara o café; em outras, sou eu quem limpa a mesa e lava a louça. Por várias vezes nos encontramos no corredor do apartamento, compartilhamos a mesma mesa de jantar, dormimos na mesma cama. Em todos esses momentos o único som que sai de nossa garganta é um suspiro. As palavras não são mais pronunciadas em nossa casa; estão, talvez, esquecidas em alguma gaveta, nos armários ou perdidas pelos cantos, sem que nenhum de nós tenha ânimo para buscá-las e novamente torná-las parte da nossa vida cotidiana. Simplesmente nós nos esquecemos delas. Não fazem mais falta. Às vezes penso que ela quer voltar a me dirigir alguma palavra e interpreto os bilhetes que deixa na mesa, com a lista do supermercado, como pistas secretas para reatar o diálogo. Até agora não consegui decifrar nenhuma.

 




Tags:, ,

9 de abril de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos casal, palavras, silêncio

               
              
            
                

Deixe um comentário