Close

12 de agosto de 2020

Azul

Quando me deixo levar pela saudade,

minha memória, como um relógio de sol,

registra somente as horas luminosas da infância,

que aparecem em minhas lembranças

mais como espaço do que como tempo.

É um todo azul, ensolarado e acolhedor,

em que as coisas não passam:

estão ali desde sempre

e para sempre.

 




Tags:, , , , , , ,
               
              
            
                

Deixe um comentário