Close

1 de dezembro de 2014

Contos Mínimos # 181 a 190

empregada181.

Maria do Carmo saiu do leito conjugal gritando “eu não sou a empregada de ninguém!”. Voltou em seguida porque tinha se esquecido de arrumar a cama.

182.

Não, mil vezes não! Não sou desses políticos corruptos! Um político corrupto não tem vergonha na cara, não tem moral e perdeu definitivamente o senso ético. Eu não! Eu ainda fico vermelho e me constranjo muitíssimo quando me subornam.

183.

Acontece o mesmo em todas as histórias de amor: há sempre um personagem que, por ser feio, nunca é amado pela mocinha. O público, porém, ignora o que ocorreu antes: esse mesmo personagem, porque não foi amado, tornou-se feio.

184.

Como faz todas as manhãs, o cientista prepara seu café com leite, senta-se na varanda e abre o jornal. Vai diretamente para a página de horóscopo. “Hoje quero começar o dia rindo”, pensa. No signo de Touro – o seu -, lê: “Hoje você lerá seu horóscopo”.

185.

Você se lembra daquele dia em que eu disse aquilo e não me importou nem um pouco sua resposta? Pois é, eu também não me lembro.

186.

É uma realidade: percebemos que a adolescência acabou quando dormimos no sofá e acordamos nele.

187.

Nascimento. Mamadeiras. Escolinha. Amiguinhos. Primeira namorada. Escola. Horários. Fome, muita. Emprego. Noivado. Casamento. Compras, muitas. Desemprego. Filhos. Rotina. Divórcio. Aposentadoria. Doenças. Dores. E eu que pensava que tivesse o controle, mesmo que remoto, de minha vida…

188.

Os diplomatas, os políticos e os ministros discutiam se eram cem mil ou um milhão os mortos no conflito entre os dois países. As conversas eram acaloradas e muitos aspectos técnicos foram exaustivamente debatidos e analisados. A quilômetros dali, as estatísticas não paravam de crescer.

189.

Era um policial tão minucioso e aplicado que, sempre que ia fazer a reconstituição de um crime, terminava tendo que investigar dois cadáveres.

190.

A Morte sussurrou no ouvido da moça: “Vem comigo!”

E ela: “Nem morta!”

 

 




Tags:,

1 de dezembro de 2014 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos Minímos contos, mínimos

               
              
            
                

Deixe um comentário