Close

10 de fevereiro de 2020

Conversa

— Como sabe que ele está morto?

— Porque não ronca.

— Virgem Maria! Não é porque não ronca que não respira. Veja direito.

— Eu conheço. Ele está na cama, e na cama ele nunca respira, só ronca.

— Deixe de falar bobagem, como alguém não vai respirar? Anda, põe o dedo diante do nariz dele.

— Pra quê?

— Pra sentir o ventinho. Aí vai saber se ele respira.

— Que asco! Pôr o dedo diante do nariz de um morto? Eu é que não vou fazer isso.

— Mas ele é seu marido! Tem asco do seu marido?

— Claro que tenho! Morto, ainda mais!

— Então põe a mão aberta sobre o peito dele.

— Pra quê?

— Pra sentir se o coração ainda bate.

— Mas como você quer que o coração bata se ele está morto?

— E como você sabe que ele está morto?

— Primeiro, porque não ronca, segundo, quer saber? Porque eu pus veneno na comida e ele comeu. E morreu. Pronto.

 




Tags:, , ,

10 de fevereiro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos marido, morto, roca, veneno

               
              
            
                

Deixe um comentário