Close

6 de dezembro de 2019

Descaminhos

O silêncio cai das árvores

como frutos brancos,

maduros sob a pele de outra luz.

 

O silêncio vai se amontoando no chão

e acaba por apagar o caminho

antes anunciado ao pé das árvores.

Apaga todos os caminhos,

como fazem a noite e a neve.

Sem sendas visíveis,

não se sabe aonde ir.

 

Assim desaparecem o começo e o fim,

a partida e a chegada,

a presença e o vazio,

que se tornam uma só mancha

e o mesmo descaminho.

 

Sob o silêncio se igualam

os descaminhos todos

e todos os extremos.

 




Tags:, , ,

6 de dezembro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia árvores, descaminhos, frutos, silêncio

               
              
            
                

Deixe um comentário