Close

29 de maio de 2020

Desterro

Morar em algum lugar,

num sítio determinado,

não é o mesmo que viver.

 

De um peregrino, de um exilado,

de um desterrado de seu próprio chão

diz-se e ninguém contradiz:

“Nos últimos anos morou em tal ou qual cidade.”

 

Bem diferente é dizer

“Nos últimos anos viveu em tal ou qual cidade”,

porque não pode alguém viver, isto é,

sentir a vida que a cada um toca viver

se não está em seu lugar, em sua terra,

sob o céu que o viu nascer.

 

Estar vivo não é o mesmo que viver,

dizia uma canção popular.

Outra dizia que viver é melhor que sonhar.

Morar, viver, sonhar — nem sempre se pode escolher.

Por exemplo: João estava vivo em Barcelona,

em Berlim também, durante um tempo que sua memória apagou,

mas morreu em algum outro lugar do vasto mundo

sonhando com o Rio de Janeiro,

onde estavam, vivos e livres,

todos os seus pássaros.

 




Tags:, , , , , , , , , , , ,
               
              
            
                

Deixe um comentário