Close

16 de outubro de 2019

Embate

Caem a toda hora,

desastrados

Riem quando caem,

parecem loucos

Beijam-se no chão,

fingindo-se apaixonados

Levantam-se,

como soldados machucados

Olham as próprias feridas,

crianças choronas

Seguem andando,

zumbis

Buscam a lua,

como se poetas fossem

Não a encontram,

realistas

Ajoelham-se e confessam,

pecadores

Caem de novo,

canhestros

Riem quando caem,

dementes

Cospem-se quando estão no chão,

como se de ódio fossem feitos

Levantam-se,

moleques ao ouvir o sinal do recreio

Olham-se nos olhos,

boxeadores antes do enfrentamento

Dão-se as costas,

duelistas

Desaparecem,

como aos covardes sói acontecer.

 




Tags:

16 de outubro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia embate

               
              
            
                

Deixe um comentário