Close

15 de maio de 2015

Francisquinho

SUPER-HEROI

Se eu correr e chegar à esquina antes do carro vermelho, meu pai vai sobreviver. Ele está agora no hospital para ser operado. Dois médicos e várias enfermeiras estão lá com ele. Tenho que chegar à esquina antes daquele carro.

Não é a primeira vez que salvo alguém da minha família. Quando meu irmão menor caiu no poço lá de casa, eu fiz muita força e consegui contar até cem em menos de um minuto, só falando os números pares, e logo apareceu um adulto para tirá-lo de lá. Lembro-me também do acidente de minha mãe, mas eu soletrei a palavra “paralelepípedo” em dez segundos, com os olhos fechados e sem respirar, e a ambulância chegou na hora. Minha irmãzinha, que é só um bebê, engoliu um anel e estava ficando azul quando a empregada deu um tapa nas costas dela e o anel saiu voando; mas a empregada só apareceu quando eu me esforcei bastante e disse em voz bem alta, e sem errar, os versinhos de “Salve Rainha”. Tudo isso eu fiz.

Agora o carro vermelho vai arrancar. Se eu esfregar a palma de minha mão sete vezes na minha cabeça, sei que vou correr mais rápido que ele. Aqui vou eu. Tenho que salvar o meu pai.

 




Tags:

15 de maio de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos infância

               
              
            
                

Deixe um comentário