Close

24 de maio de 2019

Herança

Diz a moça:

— Minha mãe me ensinou a bordar,

o dedal no dedo do coração,

usar o fio em meadas curtas,

me ensinou a fazer o ponto chevron,

que era francês,

e a arrumar a mesa com porcelanas, pratas e cristais:

primeiros os pratos, depois taças, em seguida talheres.

Minha avó me pôs para passar:

os lenços, os lençóis, as toalhas,

a fralda do menino se dobrava em triângulo,

para facilitar na hora do uso,

a camisa do cavalheiro tinha que ter vinco

na manga comprida de punho inglês.

— Então você veio de uma boa família.

— Não, sou uma das filhas da empregada,

finalizou a moça.

 




Tags:, , ,

24 de maio de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia empregada, família, herança, moça

               
              
            
                

Deixe um comentário