Close

7 de maio de 2015

Inocência roubada

menina

Mesmo agora, depois de tudo acabado, a garota ainda tem dúvidas. Arruma o vestidinho amarrotado e pergunta ao pai:

– É verdade, papai, que o senhor ainda gosta de mim?

– Claro, você é meu tesouro. O papai ama você.

A garota limpa as lágrimas com as mãos e começa a se pentear sozinha. O pai a ajuda a pôr os laços de fita e a olha pelo espelho. Sorri para a filha, cola a boca em seu ouvido e sussurra:

– O papai ama você, mas só se você for boazinha e obediente, entendeu?

– Entendi, papai.

Ela suspira e lava o rosto com água fria. Assim, quando a mamãe chegar, não vai perceber que ela tinha chorado.

 

 




Tags:,

7 de maio de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos garota, inocência

               
              
            
                

Deixe um comentário