Close

11 de junho de 2020

Lá ou cá

Meu anjo da guarda,

bebendo café na cozinha,

me diz que algo não anda bem.

Tomo um copo d’água e um comprimido para dormir

e rumo ao calvário de minha cama fria,

perguntando-me baixinho

se o mal está no céu, onde ele mora

 

— lá, naquele lugar inatingível,

onde dizem que tudo é bom, tudo é certo,

tudo é santo —

 

ou cá nesta vida — onde insistimos em praticar,

um dia seguido do outro,

com a subserviência de um burro e sua cenoura,

o miserável e velhíssimo exercício de sobreviver.

 




Tags:, , , , , , , , , , , , ,
               
              
            
                

Deixe um comentário