Close

13 de maio de 2015

Museu

museu_tupungato

Estou farto de tanto museu, farto de ver sempre a mesma coisa. É um verdadeiro suplício, uma tortura que não tem fim. Eu não quero ir, mas eles sempre vencem e acabam me arrastando, mesmo que eu proteste e faça de tudo para ter um pouco de paz. A mim, para dizer a verdade, os museus aborrecem, não gosto deles porque todos parecem iguais. Se viu um, viu todos. E eu digo isso por experiência, já que estive em centenas deles, nos melhores do mundo, e não por minha escolha. Eu percorri – por obrigação, diga-se – milhares de quilômetros, cruzei oceanos e todos, absolutamente todos me parecem iguais e igualmente sem nenhuma graça. Um tédio. Em cada um deles revivo a mesma cena, repetida mais de mil vezes: contemplo com enfado os visitantes que se aproximam com expressão de espanto – ou de decepção – e me fotografam uma e outra vez através da redoma de vidro em que estou exposto. E eu lá, feito um dois de paus, tendo que me prestar a esse constrangimento.

 




Tags:

13 de maio de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos museu

               
              
            
                

Deixe um comentário