Close

5 de dezembro de 2016

Nosso

nosso

Juntos criamos um país na região oeste, e lhe demos o nome de Nosso. Fomos, a um só tempo, os governadores e os governados de Nosso. Abolimos a noite, em Nosso só o dia tinha lugar, com horas intermináveis de sol e brisa fresca. Decretamos o fim do medo e, em seu lugar, passaram a valer as gargalhadas e as brincadeiras. Proibimos as segundas-feiras e as estátuas de heróis nas praças públicas; lá só havia árvores, trilhas para caminhar e bancos para descansar à sombra. Submetemos à nossa vontade o planar preguiçoso das nuvens, a força das chuvas de verão e o roçar perfeito dos lençóis limpos com cheiro de amaciante. Ninguém precisava madrugar em Nosso. As pessoas podiam permanecer na cama até que o dia estivesse bem estabelecido e reluzente.

Então chegaram os outros.

Os outros apareceram numa noite silenciosa, sem aviso nem qualquer outra delicadeza. Tomaram conta de Nosso, cancelaram as regras que existiam e trocaram o nome do país, que agora se chama Deles. Os antigos habitantes de Nosso se converteram num povo errante e agora andam por aí, tristes e desencaminhados, buscando, quem sabe, criar outro país igual ao Nosso.

 




Tags:, , ,

5 de dezembro de 2016 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos deles, nosso, pais, povo

               
              
            
                

Deixe um comentário