Close

11 de outubro de 2017

O acaso

Dois homens e um mesmo destino. Duas passagens de trem, uma bagagem pequena de mão para cada um, assentos vizinhos, o início de uma conversa animada. João e Pedro falam sobre tudo, contam piadas, comentam a economia e a política, mencionam família e parentes. É natural que assim seja, quando se viaja e se conhece gente nova. Eles poderiam até escrever um livro; ficariam ricos e famosos, comentou João. Ou então planejar um crime perfeito, daqueles de matar algum desafeto e sumir com o corpo, acrescentou Pedro. Muitas confidências depois, já se consideravam grandes amigos.

Na estação final, números de telefone trocados, um aperto de mãos seguido de um “até mais ver”. Cada um segue seu caminho. Pedro segue para o centro da cidade, onde fica seu apartamento. João consulta um mapa e se dirige a esmo aos pontos turísticos, câmera de fotos preparada e muitas ideias na cabeça. Pedro fantasia com a liberdade do outro, fotografando lugares aleatórios e desconhecidos; João inveja a segurança de Pedro, com um lar sempre à sua espera.

No dia seguinte, quando se encontram por acaso numa rua comercial, cumprimentam-se de longe com um sorriso e um aceno de cabeça. No rosto dos dois, a lembrança de muitas confidências e um inesperado rubor.

 




Tags:, , ,

11 de outubro de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos acaso, amigos, confidências, trem

              
            
  1.     
                        
              
            
                

Deixe um comentário