Close

18 de fevereiro de 2016

O começo de tudo

andarilhoPôs um poema na mochila e iniciou a caminhada rumo aos seus sonhos. Errou o caminho e, ao final da jornada, encontrou o começo de tudo.

Ali criou um novo poema e novamente foi andando na direção dos sonhos. Chegou lá, e pensou que lá fosse o final, mas era apenas o começo de tudo.

Endireitou os ombros e dessa vez carregou neles um romance, uma novela e dois contos, e de novo iniciou a jornada. Apressou o passo para chegar mais rapidamente ao fim do caminho. Chegou – mas lá era somente o começo de tudo.

Esvaziou a mochila e assim, sem peso nenhum sobre os ombros, retomou o rumo dos sonhos. Nem chegou ao final do caminho – por onde passava havia sinais de que não iria encontrar nada mais que o começo de tudo.

Parou um instante para refletir sobre o que levar na mochila para caminhar na direção dos sonhos. Também meditou sobre o que poderia ter feito de errado nas jornadas anteriores. Nem por um instante suspeitou que o erro não estava na mochila nem no que carregava nela. O erro estava em seus ombros.

 




Tags:, , ,
              
            
  1.     
                        
              
            
                

Deixe um comentário