Close

30 de abril de 2015

O jantar de Natal

menino

Todos tomaram seu lugar à mesa. A mãe trouxe da cozinha uma travessa fumegante de carne assada com batatas e outros legumes, que soltava um aroma delicioso de temperos e ervas finas. Nos últimos tempos tinham se acostumado a sempre comer batatas, porque estavam com um preço mais acessível. Já a carne era um manjar raro naqueles dias difíceis de desemprego e recessão. Mas era Natal e, em datas como essa, a mãe sempre conseguia produzir um pequeno milagre e todos ficavam felizes. Não fosse ela e não teriam como compartilhar tanta alegria e tão boa comida.

Marcelinho, o pequeno da casa, olhava com admiração como a mãe enchia os pratos um a um, enquanto todos ficavam com água na boca para saborear a iguaria. Antes, uma oração de mãos dadas e um “Feliz Natal” dito em coro por todos. Feito isso, lançaram-se ao jantar e comeram com gosto, dirigindo elogios para a mãe, dizendo que sua comida era a melhor do mundo, que ninguém sabia preparar carne com legumes tão bem como ela. Ela nada disse, mas era visível que estava satisfeita por conseguir alimentar sua família naquela noite. Marcelinho era o mais animado à mesa, embora sentisse falta de Bruno, seu companheiro de muitos anos, que havia dias andava sumido. O Bruno certamente abanaria o rabinho de alegria com a possibilidade de comer as sobras de um jantar tão saboroso como aquele.

 

 




Tags:,

30 de abril de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos comida, jantar

               
              
            
                

Deixe um comentário