Close

28 de agosto de 2020

O quarto mandamento

Rebeca tem seis anos e já frequenta o catecismo dominical do Padre Zeca. Está estudando os mandamentos da Lei de Deus. Ontem aprendeu o de número quatro: é aquele que diz “Honrar pai e mãe”. Ela já sabe de cor e é uma menina obediente, por isso volta sempre ligeiro e direto para casa depois da aula, como o papai mandou. Beija a mãe, beija o pai, pede a bênção. “Deus te abençoe, minha filha”, eles respondem.

Beija e pede a bênção ao pai, esse mesmo que à noite a põe na cama e diz “Durma com os anjinhos. O papai é muito agradecido por ter uma filhinha tão boazinha e quietinha assim, assim como a minha garotinha, que sabe de cor o quarto mandamento.”

Beija e pede a bênção à mãe, essa mesma que sabe, mas finge que não, que vê, mas finge que não, que chora, mas é choro fingido de nada fazer.

Rebeca não finge. Ela chora de verdade quando ninguém está perto, com o rosto enfiado na almofada do sofá da sala, assim que volta do catecismo dominical e depois de beijar a mãe, beijar o pai, pedir a bênção. Não vê a hora de aprender um mandamento novo (um que não a machuque).

 




Tags:, , , , ,
               
              
            
                

Deixe um comentário