Close

6 de janeiro de 2015

Os inocentes

innocents

Marcelinho, preste atenção, sou sua irmãzinha mais velha e você tem que me obedecer, ouviu? Antes que o papai volte, nós dois precisamos limpar a cozinha e o banheiro. Hoje ele virá mais cedo, e jantaremos juntos. Vamos aproveitar para pedir desculpas a ele pelos móveis quebrados e pela bagunça na sala. Quando estivermos comendo a sobremesa, nós explicaremos que sua última namorada voltou hoje, pegou as coisas que tinha deixado aqui e foi embora muito nervosa, batendo a porta, exatamente como todas as outras. Entendeu, Marcelinho? Vamos dizer o mesmo de sempre: que ela gosta dele, mas não de nós, pois ela acha que somos crianças muito malvadas, e por isso foi embora e nunca mais vai voltar. Claro que o papai vai dizer para a gente não se preocupar e depois vai cochilar no sofá, como faz todas as noites. Enquanto ele dorme, a gente limpa os restos de sangue da cozinha, vamos jogar fora as facas sujas e guardar os pedaços do corpo dela no porão, como fizemos com todas as outras namoradas. Nós não precisamos de uma nova mãezinha, não é? Vai dar tudo certo, você vai ver.

 




Tags:, , ,
              
            
  1.     
                        
              
            
                

Deixe um comentário