Close

12 de agosto de 2019

Os sentimentos

Vocês deviam sair um pouco, tomar ar fresco, se divertir mais, disse a mãe, em tom distraído, ao servir o almoço aos três filhos. Domingo, dia de reunir o que se parece com uma família. Dois homens e uma mulher, e os respectivos cônjuges, tentavam manter uma tradição que os desagradava, mas que não ousavam romper. Por sorte, os netos, alheios a tudo, não tiravam os olhos do celular e não incomodavam. Os filhos, esses sim, incomodavam. A presença deles incomodava, o olhar deles incomodava. Eles sabiam disso e baixavam a cabeça sempre que ela falava Não precisam vir me ver todos os domingos, eu passo bem quando estou sozinha. A mãe procurava dissimular. Agora que não havia o marido, tinha silêncio na mesa. Um silêncio que se podia cortar com faca, incômodo. Sua comida está mais saborosa hoje, mãe, disse um dos filhos. É?, retrucou a mãe. O pai dizia que…, falou a filha. Eu sei o que seu pai dizia, cortou a mãe, áspera.

Os arrependimentos, as ironias, as reprovações, as acusações — no rosto dos filhos estavam os sentimentos comuns a todos, estampados. E a mãe, ensimesmada, o semblante fechado, indo e vindo da cozinha, não ajudava a aliviar o ambiente. Como se parecem com ele, que fardo!, pensava ela, olhando-os de canto de olho. É como se ele ainda estivesse aqui, não bastou a terra que lhe jogaram em cima, ele não morre, não desaparece, sempre retorna.

Quando vão embora, no final da tarde, ela tranca tudo, portas, janelas, olhos, boca, poros, coração. Suspira profundamente como se respirasse pela primeira vez naquele dia. Agora pode sussurrar entredentes quanto o odiava, quanto está melhor sem o peso da presença dele, quanto foi infeliz, quanto se calou nas décadas de convivência. Está, enfim, livre por uma semana.

 




Tags:, , , ,

12 de agosto de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos filhos, mãe, marido, pai, sentimentos

               
              
            
                

Deixe um comentário