Close

23 de maio de 2020

Parafusos

Pelo que ouço por aí,

está tudo tão bonito que devo estar cego.

Falta-me um parafuso, será?

É possível.

Reflito: muitas pessoas que conheço não são como eu,

eu tampouco sou como elas.

Tenho defeitos imperdoáveis:

não minto nem falseio.

(É, parece mesmo que me falta algo).

Pois que fique estabelecido assim:

não quero me converter num sujeito normal.

Se acaso, por infelicidade, isso acontecer um dia,

rogo que tirem da minha frente todos os espelhos.

Eu não suportaria olhar para mim.

Questão de higiene.

 




Tags:, , , , , ,
               
              
            
                

Deixe um comentário