Close

16 de agosto de 2016

Passeio turístico

burguesa— Sejam todos muito bem-vindos, senhoras e senhores. Podem passar por aqui. É um pouco estreito, mas isso faz parte do nosso novo pacote turístico “A pobreza existe e está entre nós”.

— Meu Deus, quantos metros quadrados tem esta casa? E este cheiro horrível, de onde vem?

— Esta é uma casa típica de periferia, minha senhora. Não tem mais que trinta metros quadrados. E perceba que, mesmo assim, todos os cômodos estão harmoniosamente integrados: o quarto, a sala, a cozinha, o banheiro, tudo num só lugar. E o cheiro faz parte do pacote turístico, já sabe… Todos os senhores pagaram para conhecer de perto a vida típica de famílias cuja renda não aguenta até o fim do mês. O cheiro é de couve-flor cozida.

— Couve-flor? É surpreendente! Quantas pessoas vivem nesta casa?

— Ah, isso é ainda mais espantoso. Normalmente um tipo de residência como essa é destinada, com muito conforto, para um casal.

— Nossa, e como é que eles se movimentam num espaço tão pequeno assim? O quarto de hóspedes de minha casa tem o triplo do tamanho!

— Desculpe-me, senhora, eu me esqueci de complementar: é para um casal, mas isso foi antes. Dadas as circunstâncias atuais, com a crise e tudo, nesta casa agora vivem oito pessoas: o casal, três filhos, o irmão do marido, uma sobrinha que veio do norte e a avó, que está bem velhinha, mas é a única que recebe aposentadoria e que sustenta a casa.

— Mas isso é impossível!

— Não é não, minha senhora. Essas pessoas sabem fazer milagres com o pouco dinheiro que têm, e até conseguem comer pelo menos uma vez por dia. E, caso não consigam, sempre existem as latas de lixo dos bairros ricos e dos supermercados.

— É emocionante! Estou arrepiada pela oportunidade de conhecer uma realidade tão enriquecedora. Esse pacote turístico é maravilhoso. Posso tirar umas fotos? Eles não vão me morder, vão?

— Claro que não, senhora, fique tranquila. Eles estão distraídos vendo televisão, hoje vai passar futebol.

— Há outros passeios turísticos tão bons como este?

— Sim, senhora, temos um ainda mais emocionante. É um tour pelos locais onde se serve sopa para as pessoas que vivem nas ruas e, a senhora sabe, com esse frio…

— Ah, eu vou adorar conhecer. Quero adquirir já esse pacote. Não importa o preço, meu marido paga.

 




Tags:, , ,
              
            
  1.     
                        
              
            
                

Deixe um comentário