Close

8 de julho de 2015

Perdido em busca de mim

perdidoPor que grito se me pedem silêncio,

e me calo sempre que me exigem gritos?

Por que, se não encontro luz,

acendo uma vela e a deixo queimando

até que o dia surja?

Até que não haja mais sombras?

 

Por que respondo com interrogações

quando me perguntam algo?

 

Por que me sento e escrevo

quando nada tenho para dizer?

 

Por que saio correndo para longe

quando as vontades acabam

e o buraco em meu coração continua vazio?

Muito longe. Tão longe e tão longo é esse caminho…

 

Por que, se quero me perder,

é justamente quando –

maldito seja eu! –

eu me encontro?

 




Tags:,

8 de julho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Poesia busca, perdido

               
              
            
                

Deixe um comentário