Close

28 de outubro de 2019

Rostos

Sem que elas percebam, um homem fotografa o rosto de mulheres ao acaso. Não planeja, não prepara, não estuda: apenas sai às ruas com sua câmera e olha ao redor. Gosta de surpreendê-las quando estão distraídas, procurando algo, ensimesmadas, conversando com amigas, admirando vitrines, tomando café. Não faz qualquer juízo, nem de idade, cor ou estatura: basta que haja algo que lhe chame a atenção, uma faísca no olhar, um jeito de afastar os cabelos do rosto, uma ponta de tristeza mal dissimulada, uma ansiedade que desfigura a face e pronto: mais um rosto para sua enorme coleção. Sempre em preto-e-branco. Porque é no encontro da ausência total com a presença total das cores que o milagre da imagem se realiza, costuma explicar. Já fotografou mais de mil rostos, todos perfeitos, cada um à sua maneira. Pensa agora em classificar as imagens de acordo com a emoção que cada uma provoca nele. Não será tarefa fácil nem prevê quando terá fim.

Por razões que ainda desconhece, apaixonou-se pelo rosto número 320. Colocou essa imagem num porta-retrato e passa várias horas do dia olhando-a. Às vezes muda de lugar para que a luz do sol realce algum detalhe, alguma nova linha, uma expressão diferente no rosto tão belo. Está feliz e se esqueceu da tarefa a que se tinha proposto. Os outros rostos, adormecidos em caixas de papelão, esperam com paciência e dor a sua vez de serem amorosamente considerados por ele.

 




Tags:, , ,

28 de outubro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos cor, fotografia, imagem, rosto

               
              
            
                

Deixe um comentário