Close

15 de dezembro de 2014

Se de mar se trata…

mar

 

Entre o teu sobe e desce,

e o meu vou e volto,

temos que, pacientes,

esperar pela próxima maré.

 

Tu espumas,

eu sou todo um jorro.

Sou mais teu que meu, se de sua boca se trata,

e se se trata da água que produzes

quando te deitas e te abres ao horizonte.

 

Tu sabes a mar. Eu não sei nadar.

 

 




Tags:, , ,

15 de dezembro de 2014 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Poesia água, horizonte, mar, maré

               
              
            
                

Deixe um comentário