Close

ausência

Essencial

A palavra essencial é aquela cuja ausência prostra o poeta e o poema.   Por isso vemos tanto peixe se debater sobre a pedra seca, boqueando a água que não existe:   poema e poeta prostrados são como peixes de barbatanas inertes quando a palavra essencial os abandona e desaparece.