Close

demônio

Eu matei Sebastião Ramiro

Eu matei Sebastião Ramiro porque Sebastião Ramiro era um assassino e não valia nada. Passou a vida matando desafetos nesta cidade e em outras também. Alguns lhe deviam dinheiro e por esse motivo levaram um tiro e foram cuspidos de volta à terra seca e infértil daqui. Ninguém o enfrentava, tinham medo daquela vermelhidão que […]

Ler Mais

Os olhos e a alma

Arquimedes era um sujeito folgado, preguiçoso e que gostava de levar vantagem em qualquer oportunidade. Por isso não hesitou em assinar aquele contrato; estava certo de que sua boa vida estaria assegurada e nunca lhe faltaria riqueza e, com ela, o amor e tudo de melhor que havia no mundo. E assim aconteceu. Ele viveu […]

17 de julho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos alma, contrato, demônio, espelho, olhos

Ler Mais

Hortênsia no vermelho

A boca de Hortênsia secou quando viu a silhueta do andarilho recortada contra o céu vermelho: sabia que algo diferente estava para acontecer naquela cidade de fim de mundo. Seu corpo sentiu um frêmito e ela sorriu levemente. Segurou o cabelo negro com as duas mãos e abriu bem os olhos: não queria perder detalhe. […]

1 de fevereiro de 2016 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos demônio, fogo, vermelho

Ler Mais