Close

escritores

Meu primeiro romance

Cumprindo a enfadonha rotina de todo dia, saí de casa à mesma hora e entrei na estação Prepare-se do metrô. Na plataforma, posicionei-me cautelosamente antes da linha amarela, não queria engordar estatísticas de acidente. Já no trem, ocupei um lugar perto da janela e tirei da mochila o exemplar de O Fantasma de Canterville. Estava […]

Ler Mais