Close

esquecimento

Há coisas nesta vida que a gente não esquece

Minha mulher, Maria da Graça, há dez anos padece de esquecimento. Seus olhos olham mas não veem e, quando veem, não reconhecem o que viram, como se tudo que se apresentasse na frente deles fosse novidade. Nos últimos meses ela tem se dedicado à atividade de caminhar do quarto para a cozinha, passando pelo corredor […]

Ler Mais

A atriz

Vi-a hoje de novo, do mesmo jeito que das outras vezes: bêbada. Estava sentada num dos bancos da praça, sozinha, no mesmo canto em que perambulam os vagabundos, os drogados de crack, os mendigos e os bêbados como ela. Fumava um cigarro torto, quase apagado, quase no fim, tragando a fumaça como quem, em agonia, […]

Ler Mais

Fim

Fechei a janela quando a noite desceu, quando meus ossos puderam sentir, de pronto, que o frio já mordia o ar e que o inverno, agora sem dúvida, já podia ser chamado de inverno. Esqueci por um momento a noite que descia e lhe ofereci a mão. Apertei forte os seus dedos, segurei-os com cuidado […]

Ler Mais