Close

janela

O futuro é perto

Enquanto o CD não inicia as canções, olhamos os dois pela janela. Essa fumaça que vemos não é de seu último cigarro: é o meu cérebro, que faz um movimento para trás e revê tudo. Este país é o país do futuro, alguém disse há muito, muito tempo. A janela traz aos olhos a garoa […]

Ler Mais

O prêmio

Há uma alegria desmesurada no décimo andar daquele edifício: lá todos celebram o fato de estarem livres da grave doença que infectou o mundo todo — mas não eles! Eles estão fora do caminho da peste. Felizes, formam uma grande fila e, aplaudindo e cantando com os pulmões abertos, correm, um a um, para agarrar […]

4 de abril de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia doença, janela, prêmio

Ler Mais

O “v” de vitória

Debruçado na janela minúscula do meu apartamento eu via os dois morros. Lado a lado, recortados contra o azul, majestosos, pareciam dois dedos crescidos na direção do céu. Eu os chamava de “v” de vitória. Muitas vezes, pela manhã, xícara de café na mão, eu gastava meus olhos e muitos minutos observando as duas elevações […]

Ler Mais

Triângulo

I. Helena gosta de Henrique, Helena ama Henrique, Helena venera Henrique. Eu gosto de Helena, eu amo Helena, eu venero Helena. Helena morreria pelo Henrique, Helena mataria pelo Henrique. Eu morreria pela Helena, pela Helena eu mataria qualquer pessoa, inclusive o Henrique. II. Henrique terminou com Helena, Henrique destroçou o coração de Helena. Helena sofre […]

Ler Mais

O preço

Assim que dobrasse a esquina e caminhasse até o meio do quarteirão, estaria de novo no mesmo lugar, e ele sabia disso. Exatamente: o lugar que, cinco anos atrás, tinha abandonado com essa mesma maleta na mão, fugindo de medo duma barriga indesejada. Debruçada na janela do segundo piso, ela estende as roupas que acabou […]

Ler Mais

Um homem à deriva

Ninguém decide por mim, nem mesmo a natureza: sempre amanhece quando quero e onde quero. Ontem foi na sarjeta do cine República, no centro da cidade. Não fiz caso do barulho dos carros e das pessoas ao redor logo de manhã: ainda não era hora do meu amanhecer. Hoje amanheci na casa de meu amigo […]

24 de março de 2016 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos à deriva, homem, janela

Ler Mais

Algo mudou

A chuva cai com idêntico barulho sobre o telhado de todas as casas da rua, mas não é a mesma coisa. As calçadas do bairro estão molhadas de igual forma, o som ensurdecedor do tráfego chega até meu quarto, e ainda assim tudo parece distinto. Faz dois dias que voltei à cidade, depois de uma […]

19 de abril de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Prosa Poética eu, janela, rosto

Ler Mais