Close

mar

Sabe lá o que é morrer de sede em frente ao mar? (*)

ASAS Para alguém nascer com asas, o forjador precisa manejar muito bem a lâmina, cortar a carne rente e arremessar o corpo no espaço, com a certeza de que quem concede o voo não é o céu, a altura — é a caída, o abismo.   VERMELHO Na cidade vazia tudo é branco. Branco sobre […]

Ler Mais

Os barcos

Como todos os meninos, também eu fiz barquinhos de papel, subi a bordo e me fui. Muito tempo depois tive um de verdade, e nele percorri o mesmo trajeto de antes. Hoje possuo os dois, que a cada manhã me despertam e esperam por minha escolha. Prefiro o barco de papel, porque dentro dele percebo […]

24 de fevereiro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia barco, mar, menino, rio

Ler Mais

Embate

O mar imenso teme que um simples menino, brincando de rabiscar coisas na beira, um dia o decifre. Então apaga a todo instante, indo e vindo sem descanso, as palavras escritas na areia.   O embate está posto: um mar armado de ondas contra um menino armado de dedo.  

7 de fevereiro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia dedo, mar, menino, ondas

Ler Mais

Permita-me, vida!

Escreva assim: que eu morri de velha. Parei com a caneta no ar, a pouca distância do papel cor de caramelo que tinha sobre as pernas e a olhei, esperando que ela mudasse de ideia e corrigisse a introdução da carta. Ela percebeu a minha hesitação e não se abalou: Isso mesmo. Diga que eu […]

Ler Mais

Os dedos de fogo de Angústias

Angústias é uma menina com dedos de fogo. Vive longe do mar, num lugar parecido a um deserto, mas muito frio, com terra avermelhada como tingida de sangue. Pouco chove ali e, quando isso acontece, a terra se transforma num espelho e lança brilhos que chegam às nuvens. Em ocasiões assim, Angústias fica feliz, chora […]

Ler Mais

A notícia

Os pássaros continuam cantando. Há um céu que dói de tão azul. Derrama ouro o sol, a brisa passa, a grama cresce, a cerca ainda está pintada de branco. O mar continua fundo com suas espumas, peixes, surfistas e sereias. Tudo permanece como é de direito. Tudo segue sendo direito nos barulhos, nos silêncios, nas […]

11 de agosto de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia mar, notícia, portador

Ler Mais

Nada

Nada, que o mar é denso, cheio de peixes mortos e areia congelada.   Uma ilha, esperança de todo aquele que se perde, desaparece de vista e a luz do farol se turva. Anda, nada.   Nada, nada mais, que pelo cristal do aquário se vê que o azeite se mistura com a água. É […]

4 de julho de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia água, mar, nada, náufrago

Ler Mais

Amor

Por ela se fez velho. Não se importou de perder os dentes, o cabelo, o brilho da pele e dos olhos e a vontade de aprender. Passou a vida correndo e um dia a alcançou, antes que a idade ou alguma doença fatal a levasse. Compartilharam dois anos no mesmo asilo e foram juntos conhecer […]

6 de junho de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia amor, idade, mar, velho

Ler Mais

A tartaruga neném

Borbulha a areia, o mar se levanta, e a tartaruga neném imagina ser o movimento de suas patas ineptas criando aquelas ondas   Um gavião, certeiro voo, a prende no bico e o momento mais feliz de sua vida recém-inaugurada é ver, por segundos, o mar e as ondas e a areia sumindo debaixo de […]

22 de maio de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia areia, gavião, mar, neném, ondas, tartaruga

Ler Mais

A memória

“Escreva-me. Me dê forma, nome, espírito, rosto. Escreva-me, assinale o norte das palavras, sublinhe a direção do significado delas, faça-me parte da história, não me esqueça. Escreva-me, imploro. Conte como eu era no tempo das cerejas maduras, das rodas de violão, dos passeios na praia. Desenhe minha cara, que me conheçam e me reconheçam. Você […]

8 de abril de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Prosa Poética mar, memória

Ler Mais

Os homens da montanha, os homens do mar

Minha cidade não é um ponto no mapa, não se ouve falar dela e pouca gente sabe onde fica. Disso tudo eu sei e nada disso me importa. Com o fracasso tatuado no rosto — como dói! —, concluí que estava lá a paz que buscava. Deixei o mundo para trás e voltei. Em minha […]

6 de março de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos cidade, homens, invasão, mar, montanha, vale

Ler Mais

Poemeus

A LAVADEIRA Vi a lavadeira na beira do rio seus dedos calejados sua espinha arqueada suas pernas abertas seu olhar concentrado o sol a pino na cabeça   A lavadeira me viu E me disse apontando a roupa, o sabão, o rio isso é só outra maneira de ver as coisas mais limpas, mais puras, […]

28 de fevereiro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia barata, lavadeira, mar, nós, poesia, poeta, rio

Ler Mais

Mulher limpando peixes

Raspa as escamas com o gume afiado da faca, usa movimentos curtos e secos, deixando em cada talho um rastro da força que usa nas mãos. Basta um corte superficial mas preciso na parte inferior do ventre do bicho e as vísceras saem inteiras, aquela é uma mulher experiente, já fez esse mesmo trabalho a […]

18 de janeiro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos faca, mar, mulher, peixes, praia

Ler Mais

A rede bem tramada

Estava desolado; não teve sorte aquela noite. Tinha saído de casa disposto a pescar o fio de uma história, algo para costurar as palavras que se acumulavam em sua cabeça e que transbordavam perdidas sem uma linha que as unisse. Achava que só assim poderia encher as horas e as páginas que tinha à frente […]

16 de outubro de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos mar, pescar, rede, velho

Ler Mais

A água desse rio vai dar no mar

Mataram o Eduardo faz um ano. Era meu único filho e faria vinte e dois anos se aqueles malditos não tivessem dado um tiro nele por causa da féria do ônibus. Tinha acabado de começar no emprego novo. Era cobrador, na linha 372. Cumpria o último turno, antes de recolher pra garagem. Entraram os dois […]

Ler Mais

O grande acontecimento

Ele tinha se tornado a principal atração daquela cidade à beira do mar. Quem lá fosse certamente ouvia na volta: “E aí, foi ver o…? O que achou?”, “Me conte, como é o…?”, “Não me diga que não foi ver o…!”. Era quase uma obrigação, para qualquer turista, visitar o… Ver o… era a revelação […]

25 de julho de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos acontecimento, areia, mar

Ler Mais

Memória para último uso

No dia de seu aniversário de oitenta e cinco anos, ele saiu de casa pela primeira vez depois do longo período em que seus passos só conheceram o caminho entre o quarto, o banheiro e a cozinha. Era outono e fazia frio, e sua garganta rascava. Com esforço chegou até o banco costumeiro, na avenida […]

20 de abril de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos água, banco, mar, memória

Ler Mais

Chá com vista para o mar

Todas as tardes elas se reúnem ao redor da cama, que faz as vezes de mesa. São muito amigas e estão sempre perto uma da outra. Juntas, somam vários séculos. Sobreviveram a duas guerras e a cinco maridos, à gripe espanhola e ao suicídio de Getúlio. Têm nove filhos e quinze netos. Flora foi a […]

25 de setembro de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos amigas, chá, mar, visão, vista

Ler Mais

Eu teria feito o mesmo

E disso não se duvide: eu vi. Vi que aquele pequeno pássaro, como é hábito entre os pássaros, estava pousado no galho de uma árvore, imóvel, como se de pedra fosse, olhinhos fixos no além, no muito distante, onde o céu se derrete num ponto esfumaçado e se funde com o falso fim do mar, […]

Ler Mais

Os pescadores e o mar

Os filhos dos pescadores são órfãos de pai desde que nascem. Perdem a cada dia a referência do homem da casa, que trabalha muito, volta cansado e dorme de imediato, já que no dia seguinte precisa estar desperto antes do sol. Esses filhos só conhecem o amor da mãe, a voz da mãe que os […]

Ler Mais

Piro

Como tantas vezes tinha feito quando criança, Piro se perdeu na praia. Caminhou sobre o olho d’água e tudo parecia igual. Sentia arrepios a cada vez que uma onda, àquela altura pequenina e sem força, molhava seus pés descalços. Na época de menino, ouvia os gritos de sua mãe vindos de longe mas ele seguia […]

20 de março de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos mar, nome, perdido, Piro, praia

Ler Mais

O menino e o mar

— Esse menino tem o mar na cabeça — pensava o pai ao ver Santiago brincando no milharal com o barquinho de papel. O vento fazia dançar as folhas da plantação como imensas ondas verdes, um oceano revolto sobre o qual flutuava solitária a pequena embarcação. Santiago ainda não conhecia o mar, mas sabia que […]

Ler Mais

As sereias

Mal chega a manhã, as esposas dos pescadores se dirigem às docas e ali se sentam, os pés dentro d’água. Todas trazem linhas e agulhas de tamanhos variados e se dedicam à tarefa de fechar os buracos das redes que seus maridos utilizam no trabalho. Cantarolam enquanto cosem, e cosem com diligência e sem distração: […]

Ler Mais

O menino e o rio

Sob a luz alaranjada do entardecer, o rio cumpre sua sina de buscar o mar. Faz sua tarefa com propósito e obstinação. Inunda os vales, ladeia os montes, abastece os charcos e segue seu caminho. Numa das margens está o menino, pensativo. — Boa tarde, Rio Destemido. — Boa tarde, Menino Cabisbaixo. Sua visita é […]

6 de abril de 2016 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos futuro, mar, menino, rio, vida

Ler Mais

Os olhos azuis do marinheiro

Eu te amei como ninguém, sabe? Por ti me fiz marinheiro e errei por todos os mares deste mundo, ano após ano, sempre pensando no dia da minha volta, no dia em que teus braços me apertariam o pescoço e de teus lábios sairiam as palavras “como demoraste!”. Por ti abandonei minha mãe e meus […]

Ler Mais

Pessoa

E porque viver não é necessário – necessário é criar –, ele dizia para si mesmo nas horas longas em que, de sua janela, à noite, olhava o mar: Ah, Pessoa, tu tens uma espécie de dever de sonhar sempre, pois, não sendo mais, nem querendo ser mais, que um espectador de ti mesmo, tens […]

16 de outubro de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos mar, Pessoa, poesia

Ler Mais

A luta desigual

Todas as manhãs o menino verifica, desolado, que seu castelo de areia foi destruído pelas ondas. Quando chega à praia vê que nada existe além de um monte de areia sem forma. Sua arte foi tragada pelo mar, e deve estar agora em algum canto escuro e frio daquela imensidão azul. Com paciência e dedicação, […]

20 de abril de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos areia, castelo, luta, mar

Ler Mais