Close

Quando soube que iria morrer em breve, ele pegou uns poucos pertences e sumiu no mundo – lá, onde era distante de tudo e o idioma era uma barreira intransponível. Desfez-se de qualquer prova de sua identidade e deixou-se levar pelos dias. Perdeu-se na multidão e sentiu que a vida pouco a pouco o abandonava. […]

25 de outubro de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos cão, morte,

Ler Mais