Close

poeta

Poemeus

A LAVADEIRA Vi a lavadeira na beira do rio seus dedos calejados sua espinha arqueada suas pernas abertas seu olhar concentrado o sol a pino na cabeça   A lavadeira me viu E me disse apontando a roupa, o sabão, o rio isso é só outra maneira de ver as coisas mais limpas, mais puras, […]

28 de fevereiro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia barata, lavadeira, mar, nós, poesia, poeta, rio

Ler Mais

Cacos para uma existência provável

I Por um momento pareceu vulnerável e pronto. Mas não vibrava: era de pedra.   II Formatei meu coração, atualizei, reiniciei, mas não instalei o antivírus.   III A tristeza do poeta é ter que usar palavras para explicar suas lágrimas.   IV Sete resmungando Seis bebendo Cinco fingindo Quatro soluçando Três xingando Dois dormindo […]

Ler Mais

Cinzeiro

Ainda sai fumaça do cinzeiro, mas a Carol não está mais aqui. Se eu fosse ou tivesse olhos de poeta, veria o rosto dela nas cinzas, nas dobras da almofada no sofá, no eco da batida da porta quando ela foi embora. Mas meus olhos são dois olhos apenas, e só vejo aquele rosto nas […]

29 de agosto de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Prosa Poética cinza, cinzeiro, natureza, poeta

Ler Mais

A noite em que a lua rachou minha cabeça

A lua caiu em cima de mim e rachou a minha cabeça. Não é a primeira e certamente não será a última vez que isso aconteça, mas agora foi diferente e inusitado. Um rombo na cabeça, provocado por um corpo celeste que decide desabar sobre uma pessoa — isso não é coisa pouca. Dói. E […]

Ler Mais