Close

sabor

A língua

Como faziam todas as noites, deitaram-se juntos, nus. Assim que ele dormiu, ela aproximou o nariz do pescoço dele e aspirou. Gostou do cheiro forte, tão distinto do seu. Apoiou o queixo no peito cheio de penugem do companheiro e o comparou com o seu, identificando as muitas diferenças. Observou cuidadosamente o rosto dele, sem […]

Ler Mais

Sentidos

Dalva cobre os olhos com um lenço negro de seda e tudo ao redor recupera o cheiro, a forma e a textura. Ela passeia por sua casa guiada pelas mãos e acaricia os objetos que seus dedos encontram. O eco do barulho da rua ainda está presente em sua cabeça e ouvidos. Sente com o […]

Ler Mais