Close

sede

Sabe lá o que é morrer de sede em frente ao mar? (*)

ASAS Para alguém nascer com asas, o forjador precisa manejar muito bem a lâmina, cortar a carne rente e arremessar o corpo no espaço, com a certeza de que quem concede o voo não é o céu, a altura — é a caída, o abismo.   VERMELHO Na cidade vazia tudo é branco. Branco sobre […]

Ler Mais

Os cactos

Quando a chuva desistiu de cair, secaram os rios, os lagos e as lágrimas. O sol nascia e se punha todos os dias, na linha reta entre as montanhas, alheio à secura de tudo. Os charcos viraram barro e toda a terra ao redor de nós se transformou em pedra rachada e estéril. A sede […]

31 de julho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos água, cactos, chuva, lágrimas, sede

Ler Mais

Sede de fé

Há sete anos não chove na cidade. Já nem sequer olhamos para o céu, exceto para amaldiçoá-lo por tanto azul e pelo sol que nos fustiga. Hoje em dia nossa comida é temperada com poeira e o único rio que temos, enquanto o temos, trata de nos dar de beber. Nesses anos de estio, a cada […]

12 de fevereiro de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos água, , nuvens, poeira, sede

Ler Mais