Close

silêncio

Humano

Este silêncio de agora é digno de uma catedral. Uma catedral de sonhos e de tempos passados, de adeuses e solidão. Uma catedral de infinitos poemas e terríveis enganos. Dessa catedral invisível eu sou o bispo e o beato, o que faz a faxina, o que pega o dinheiro, sou o crucificado e a Pietá, […]

Ler Mais

Por quem os sinos dobram?

Outra noite em que os sinos dobraram pelo que não se disse. O silêncio é um carrilhão gelado.   As palavras nunca são só palavras: importam porque definem o contorno do que podemos ver. Elas verbalizam, com seus limites, o mundo que o nosso olhar edifica. Dói não poder dizer tanto quanto o que não […]

Ler Mais

À mesa os iguais

A mesa está posta, os comensais se reúnem, consultam o relógio, pacientes, impacientes. Estão com fome.   A senhora da casa observa o arranjo, baixelas sem manjar, brancas porcelanas intocadas, copos vazios, talheres polidos, o linho ainda imaculado da toalha, os comensais ao redor, pacientes, impacientes,   e pede que encham os copos, fino vinho […]

Ler Mais

Casa onde menino cresceu

Casa onde menino cresceu as flores não cresciam. Um anjo de mãos negras regava os vasos com ácido amoníaco e outros produtos de limpeza. As flores choravam em silêncio e morriam.   Pai não gostava de flores nem de cores nem de quando explodia o escândalo da primavera — o preto e o branco bastavam […]

Ler Mais

O silêncio

Para o casal com incontornáveis problemas de comunicação, urgia acabar com o silêncio. Os dois, de comum acordo, escolheram a ocasião e começaram. Pegaram o silêncio pelo pescoço e rasgaram-no com as unhas, com os dentes, a bofetadas, a cotoveladas e a golpes de punho e pontapés. Humilharam-no com xingamentos, cuspidas e palavrões. Jogaram culpas, […]

5 de fevereiro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos silêncio

Ler Mais

Palavras em silêncio

Ele sabe e por isso se cala. Ela sabe e por isso fala. Ele bebe o seu café com creme e fica com um pouco de espuma no lábio superior. Ela se incomoda com isso, mas não diz nada. Ela não vai pronunciar a palavra “lábio”, porque lábio é uma palavra perigosa, suscita ideias, desejos. […]

Ler Mais

Outono imperdoável

O outono me trouxe o silêncio, mas não sei o que fazer com o silêncio.   O outono encantou os pássaros, mas não sei como lidar com a ternura que me provoca o canto das aves. Meus ouvidos estão mortos já.   Uma árvore agoniza no deserto do Livro dos Reis. O outono a despiu. […]

Ler Mais

Pernas

Tu não ouves o silêncio ao redor porque dentro de ti ainda vibram todos os sons do acidente: a freada brusca, o golpe na beirada da ponte, o retumbar do veículo até a metade do despenhadeiro. E escutas o murmúrio que sai do rádio, uma música que tu não consegues identificar, enquanto a luz cada […]

18 de janeiro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos brilho, pernas, silêncio

Ler Mais

Descaminhos

O silêncio cai das árvores como frutos brancos, maduros sob a pele de outra luz.   O silêncio vai se amontoando no chão e acaba por apagar o caminho antes anunciado ao pé das árvores. Apaga todos os caminhos, como fazem a noite e a neve. Sem sendas visíveis, não se sabe aonde ir.   […]

6 de dezembro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia árvores, descaminhos, frutos, silêncio

Ler Mais

O que grita no silêncio

A marionete ficou estatelada no asfalto depois do acidente. Abriu os olhos e levantou-se com cuidado, vagarosamente. Já de pé, ainda que em precário equilíbrio, andou poucos metros pela rua, desviando-se dos corpos caídos, até alcançar a mão inerte de seu dono. Com dificuldade entrelaçou seus fios de nylon naqueles dedos sem vida e caiu […]

22 de outubro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos grito, marionete, silêncio

Ler Mais

O lírio da paz

O criminoso confinado na cela, atrás das barras e fechado com centenas de cadeados, isolado por mil muros sólidos, numa ilha remota e vagabunda, a quilômetros de distância da humanidade, rega com dedicação um lírio da paz. Deram-lhe de presente um vaso com a planta que, há meses, é sua única companhia. Conversa com ela […]

22 de agosto de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos criminoso, ilha, lírio da paz, silêncio

Ler Mais

Um minuto de silêncio

Um silêncio repentino, e grande, cai sobre a floresta. A um passo de enterrar os dentes no pescoço do cervo, o tigre suspende o salto. Nos galhos mais altos os macacos deixam de gritar e fixam os olhos num ponto, como se mirassem um incêndio que acabou de começar e rapidamente se alastra. Os pássaros […]

6 de março de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos colibri, flor, floresta, silêncio

Ler Mais

Retratinhos 3×4

O vendedor O homem vende armas de todos os tipos e modelos. Passa o dia revisando e engraxando uma a uma. Desde que leu a notícia sobre o assassinato que um de seus compradores cometeu, executa essa tarefa com afinco crescente. Ficou envergonhado ao saber que seu cliente teve que disparar todas as balas do […]

Ler Mais

Pai

Os pais adotivos do adolescente por fim cederam ao pedido do filho e decidiram levá-lo para conhecer seu pai biológico. Deram-lhe boa educação e uma infância feliz, jamais lhe ocultando que não eram seus pais verdadeiros. O garoto os adorava, mas queria se encontrar pelo menos uma vez com o homem que o tinha posto […]

14 de dezembro de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos encontro, filho, pai, silêncio

Ler Mais

Roubo

Meu silêncio foi roubado. Peço à pessoa que o encontrar: trate-o com carinho. Não grite com ele, que se assusta. Tampouco o aborreça com palavras inúteis. Quando ele estiver bem acostumado com seu novo dono, imploro o favor de cravar fundo um punhal em seu peito, bem no centro de sua total indiferença, até que […]

25 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos punhal, roubado, silêncio

Ler Mais

Um sujeito peculiar

Silas Arruda é um sujeito peculiar, do tipo que, vagando pela cidade sentado no ônibus, observa pela janela as pessoas que andam apressadas pela calçada e tenta encontrar seus olhos, saber sua história, criar-lhes uma vida. Registra tudo com o olhar silencioso. Não conversa com ninguém, fechado nos próprios pensamentos. Na padaria, enquanto aguarda sua […]

Ler Mais

Despejo

O homem de uniforme anda de lá pra cá. Cumpre formalidades, registra, anota, papéis na mão. Vistoria todos os cômodos, confere as paredes e o teto, inventaria o que vê: uma mesa, quatro cadeiras, uma mulher em silêncio, alguns armários, um ursinho de pelúcia, um carrinho quebrado, quatro pratos, quatro pares de olhos perdidos, três […]

Ler Mais

Instantâneo

A velha de lenço preto na cabeça não se incomoda de ficar horas dando voltas na casa feita destroços. Era a sua casa. Tenta reconhecer, sem conseguir, a parede do quarto, onde era o banheiro, a sala em que fazia crochê, a cozinha que, nos fins de tarde, parecia um paraíso com cheiro de comida. […]

Ler Mais

Resignada

Ela já tinha assumido há tempos, e com resignação, limpar, pelo resto de seus dias, as manchas de café que ele deixava diariamente na toalha da cozinha. Idem para as migalhas de pão que sujavam o piso tantas vezes lavado e encerado e para as gotas de urina que ele insistia em deixar como tatuagem […]

Ler Mais

Para seguir adiante

Espero que tu te lembres, pelo menos por um minuto, o que foste para mim… E o que fui para ti. E, ao te lembrares disso, me dediques um gesto, um olhar, mesmo que mudo, para que eu sinta que tu continuas comigo. Eu saberei entender, e isso me ajudará a seguir adiante. Assim terminava […]

Ler Mais

Silêncios

É raro, mas às vezes sinto vontade de abrir minha caixa de silêncios e escutá-los de novo. São tantos, são vários, são tão presentes! Há silêncios de todas as cores e matizes, de todas as situações e momentos, de tantos dias acontecidos e deixados de lado, ah, o tempo que não perdoa! Há – tenho […]

22 de maio de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos silêncio, silêncios

Ler Mais

As palavras que não são ditas

Há meses que só há silêncio em nossa casa. Nenhuma palavra sai de minha boca, nem da dela. Em algumas ocasiões ela se levanta e prepara o café; em outras, sou eu quem limpa a mesa e lava a louça. Por várias vezes nos encontramos no corredor do apartamento, compartilhamos a mesma mesa de jantar, dormimos […]

9 de abril de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos casal, palavras, silêncio

Ler Mais