Close

silêncio

Roubo

Meu silêncio foi roubado. Peço à pessoa que o encontrar: trate-o com carinho. Não grite com ele, que se assusta. Tampouco o aborreça com palavras inúteis. Quando ele estiver bem acostumado com seu novo dono, imploro o favor de cravar fundo um punhal em seu peito, bem no centro de sua total indiferença, até que […]

25 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos punhal, roubado, silêncio

Ler Mais

Um sujeito peculiar

Silas Arruda é um sujeito peculiar, do tipo que, vagando pela cidade sentado no ônibus, observa pela janela as pessoas que andam apressadas pela calçada e tenta encontrar seus olhos, saber sua história, criar-lhes uma vida. Registra tudo com o olhar silencioso. Não conversa com ninguém, fechado nos próprios pensamentos. Na padaria, enquanto aguarda sua […]

Ler Mais

Despejo

O homem de uniforme anda de lá pra cá. Cumpre formalidades, registra, anota, papéis na mão. Vistoria todos os cômodos, confere as paredes e o teto, inventaria o que vê: uma mesa, quatro cadeiras, uma mulher em silêncio, alguns armários, um ursinho de pelúcia, um carrinho quebrado, quatro pratos, quatro pares de olhos perdidos, três […]

Ler Mais

Instantâneo

A velha de lenço preto na cabeça não se incomoda de ficar horas dando voltas na casa feita destroços. Era a sua casa. Tenta reconhecer, sem conseguir, a parede do quarto, onde era o banheiro, a sala em que fazia crochê, a cozinha que, nos fins de tarde, parecia um paraíso com cheiro de comida. […]

Ler Mais

Resignada

Ela já tinha assumido há tempos, e com resignação, limpar, pelo resto de seus dias, as manchas de café que ele deixava diariamente na toalha da cozinha. Idem para as migalhas de pão que sujavam o piso tantas vezes lavado e encerado e para as gotas de urina que ele insistia em deixar como tatuagem […]

Ler Mais

Para seguir adiante

Espero que tu te lembres, pelo menos por um minuto, o que foste para mim… E o que fui para ti. E, ao te lembrares disso, me dediques um gesto, um olhar, mesmo que mudo, para que eu sinta que tu continuas comigo. Eu saberei entender, e isso me ajudará a seguir adiante. Assim terminava […]

Ler Mais

Silêncios

É raro, mas às vezes sinto vontade de abrir minha caixa de silêncios e escutá-los de novo. São tantos, são vários, são tão presentes! Há silêncios de todas as cores e matizes, de todas as situações e momentos, de tantos dias acontecidos e deixados de lado, ah, o tempo que não perdoa! Há – tenho […]

22 de maio de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos silêncio, silêncios

Ler Mais

As palavras que não são ditas

Há meses que só há silêncio em nossa casa. Nenhuma palavra sai de minha boca, nem da dela. Em algumas ocasiões ela se levanta e prepara o café; em outras, sou eu quem limpa a mesa e lava a louça. Por várias vezes nos encontramos no corredor do apartamento, compartilhamos a mesma mesa de jantar, dormimos […]

9 de abril de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos casal, palavras, silêncio

Ler Mais