Close

vento

Esta tarde vi chover

Donato e Cirilo se sentam todos os dias no mesmo banco de praça e conversam. Enquanto tomam sol e esfregam as mãos para espantar o frio, Donato — que na realidade não se chama Donato — pergunta a Cirilo sobre sua esposa. Cirilo — que tampouco é Cirilo — responde que a defunta vai bem, […]

Ler Mais

O menino e o mar

— Esse menino tem o mar na cabeça — pensava o pai ao ver Santiago brincando no milharal com o barquinho de papel. O vento fazia dançar as folhas da plantação como imensas ondas verdes, um oceano revolto sobre o qual flutuava solitária a pequena embarcação. Santiago ainda não conhecia o mar, mas sabia que […]

Ler Mais

Lembranças: modos de tratar

Há lembranças que devem ser guardadas num cofre forrado de cetim, como tesouro roubado dos piratas do tempo, que de tudo se apropriam. Sempre que o coração pedir, pode-se tirar a poeira acumulada na tampa e acarinhar cada uma delas. Quando tocadas, provocam riso, iluminam os olhos, confortam a alma, e isso é bom. Outras, […]

Ler Mais

A mãe e o filho da mãe: doçura, fel e uma folha ao vento

Doçura Isabelzinha? Sou eu, querida, sua prima Maria. Sim, eu liguei justamente por isso. Nasceu, sim. Ah, que coisa mais bonitinha! Gorduchinho, corado, quatro quilos, uma beleza de criança, só vendo, Isabel! O Zé e eu estamos muito felizes. Não conseguimos lugar em nenhuma pousada aqui em Belém, estava tudo lotado por causa do censo. […]

30 de novembro de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos filho, folha, mãe, vento

Ler Mais

Um passeio na praia

– Caramba, Arlindo, isso é dia para passear na praia? Olha esse ar! Maldito ar! Desarruma o cabelo da gente e resseca a pele, que inferno! – É vento, mulher! Ar é o que respiramos. Isso é vento, é o vento marinho, o vento que vem do oceano. Ela teve que se conter para não […]

Ler Mais