Close

vida

Desta vida, desta arte

Talvez amanhã exploda um ônibus ou não haja o que comer ou essa dor que nos rebenta a alma se faça insuportável.   Mas hoje, senhoras e cavalheiros, burlamos o inimigo e devemos comemorar um dia a mais de resistência. É uma vitória. Descansem, pois. Escondam muito bem os monstros na gaveta ou atrás da […]

Ler Mais

Lá ou cá

Meu anjo da guarda, bebendo café na cozinha, me diz que algo não anda bem. Tomo um copo d’água e um comprimido para dormir e rumo ao calvário de minha cama fria, perguntando-me baixinho se o mal está no céu, onde ele mora   — lá, naquele lugar inatingível, onde dizem que tudo é bom, […]

Ler Mais

A fatura

Celeste enveredou pela rua que dava na Porta do Triunfo. Hoje anda com o nariz empinado.   Reginaldo, com passo firme, cruzou a Praça do Desengano — e se arrependeu amargamente.   Maria foi na direção da igreja, primeira à direita. Tornou-se repositório de preconceitos e maledicências.   Henrique, ávido por conhecer o mundo, não […]

Ler Mais

Pontual

Aprendi desde cedo a não ser pontual. Cheguei tarde a todos os acontecimentos importantes da minha vida.   Mas todos eles, sem exceção, me esperaram pontualmente.  

Ler Mais

À velocidade da vida

Até onde minha memória alcança, fiz todo o possível para não perder tempo. Corri à velocidade da vida. Terminei a universidade aos cinco anos, casei-me aos sete, tive filhos aos oito, me divorciei aos doze. Agora, com vinte anos às costas, deitado no meu ataúde, espero pacientemente que o tempo não desista de mim e […]

24 de fevereiro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia tempo, velocidade, vida

Ler Mais

Permita-me, vida!

Escreva assim: que eu morri de velha. Parei com a caneta no ar, a pouca distância do papel cor de caramelo que tinha sobre as pernas e a olhei, esperando que ela mudasse de ideia e corrigisse a introdução da carta. Ela percebeu a minha hesitação e não se abalou: Isso mesmo. Diga que eu […]

Ler Mais

Num dia desses

Num dia desses vão se acabar as piadas, a farsa, essa bagaceira, as marionetes sujas, os palhaços, os ventríloquos pervertidos, os boquirrotos.   Choraremos muito ao perceber, com espanto, que isso tem sido a vida.  

21 de janeiro de 2020 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia dia desses, vida

Ler Mais

O acordo

“Este sim, é um perfeito cavalheiro”, suspira minha mãe para tia Elvira, ao abrir a porta da casa para Dom Atílio. Ele entra e me olha, alisa meus cabelos: “Janete, como vai esse meu tesouro?” Ele sempre me chama de “meu tesouro”. Sua mão é cabeluda e está sempre suada e com cheiro de bosta […]

26 de agosto de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos acordo, mãe, morte, pai, tia, vida

Ler Mais

Descalço

Escriba dos acontecimentos do dia, penso que me seja permitido contar minhas impressões.   Podem ver que estou descalço?   Não me preocupa nem amedronta a tormenta que se aproxima, mesmo que a luz esteja embaçada e pouco ilumine: tenho a luz na imaginação.   Quero contar que uma jovem nua floresceu em minha casa, […]

21 de agosto de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia bailarina, cego, descalço, rio, vida

Ler Mais

Reza

Pelos que guardam um minuto de silêncio e luto, pelas vítimas do amor e pelos suicidas, pelos derrotados por chuvas e barrancos caídos, pelos que não oferecem a outra face, pelos que derramam o seu sangue, pelos estigmatizados pelo ódio, pelos criminalizados pela justiça, pelos prejudicados por defenderem sua terra, pelos apaixonados pela vida, pela […]

4 de agosto de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia morte, reza, vida

Ler Mais

Quando conto histórias

Mesmo sem ter nada a dizer, diga. Abra a boca, expulse as palavras, me diziam. Assim fiz. Não com a boca aberta e a garganta abrasada, mas com os dedos sobre um teclado oxidado e sob a luz estúpida de um fim de tarde alaranjado. Escrevi palavras a galope duma imaginação que me assaltava e […]

22 de junho de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos espantos, histórias, vida

Ler Mais

Um pássaro

Duvidou. Não era mais momento para dúvidas, estava já com uma perna sobre a ponte, mas duvidou mesmo assim. Viu o pássaro que não faz um minuto pousou muito perto dele e o observava com os olhinhos apertados de ave. Ao menos foi isso que ele sentiu: aquele pássaro estava adivinhando o que ele estava […]

6 de maio de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos morte, pássaro, ponte, vida

Ler Mais

Como a vida é rara!

Pode me chamar de Nick. Nickolas. Tome um copo comigo, eu convido. Me conte sua aflição, eu lhe contarei o que me aflige. Diremos, quase ao mesmo tempo, como a vida é rara! Brindaremos pelos bons tempos, aqueles do passado, não os do presente nem os do futuro, porque do futuro nunca sabemos nada, e […]

9 de abril de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia aflição, copo, vida

Ler Mais

O que é, o que é?

Perguntei a meu pai enquanto caminhávamos: — O que é a vida, pai? Meu pai ia com um facão numa das mãos, e dava golpes certeiros no capinzal, abrindo passagem. Eu ia atrás dele, admirado, observando como, num passe de mágica, o mundo se abria às minhas retinas ainda sem muito traquejo. Ele suava. Eu […]

15 de março de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos capinzal, facão, mato, vida

Ler Mais

Voar, voar

Existe um dia na vida, só um, em que descobrimos que podemos voar.   Que era na boca que nossas asas estavam guardadas.  

21 de janeiro de 2019 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia asas, boca, vida, voar

Ler Mais

O jogo e a vida

Dentro das quatro linhas alguns homens corriam atrás de uma bola. Era um jogo. Eu estava parado, esperando que ela viesse a meus pés e assim, eu também, como todos os outros, e como era esperado, poderia correr atrás dela. Mas ela não chegou nem perto de mim. Em vez disso, senti o cano de […]

25 de junho de 2018 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos bola, guerra, jogo, quadrado, vida

Ler Mais

Enquete

Poucas horas após minha morte recebi por e-mail uma mensagem que pedia minha opinião sobre o que era a vida, já que eu tinha acabado de sair dela. Quando estava vivo, costumava receber esse tipo de pesquisa eletrônica, mas nunca dei importância. Eram perguntas sobre o hotel onde tinha me hospedado poucos dias antes, ou […]

21 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos defunto, enquete, opinião, vida

Ler Mais

As pessoas na sala de estar

Estava na cozinha preparando algo para comer quando ao meu lado apareceu um sujeito estranho, a quem nunca tinha visto. Perguntei se vinha do além ou do espaço sideral, pois sou daquelas pessoas que creem no além e em vida no espaço sideral. O estranho ser me disse que vinha da sala de estar. Ah, […]

15 de junho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Contos estar, filha, mãe, pai, sala, vida

Ler Mais

A pergunta

Não voltarei a pisar descalço a grama fresca nem a sentir a neve entre meus dedos ou a chuva sobre meu rosto. Não voltarei a estreitar-te entre meus braços nem a sentir teu calor abrasando-me o peito. Não voltarei a tocar aquelas canções no meu velho piano nem voltarei a correr atrás de meus sonhos. […]

25 de abril de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Poesia morte, pergunta, vida

Ler Mais

Há coisas nesta vida que a gente não esquece

Minha mulher, Maria da Graça, há dez anos padece de esquecimento. Seus olhos olham mas não veem e, quando veem, não reconhecem o que viram, como se tudo que se apresentasse na frente deles fosse novidade. Nos últimos meses ela tem se dedicado à atividade de caminhar do quarto para a cozinha, passando pelo corredor […]

Ler Mais

Inventário de revivências

Fincado como um poste na calçada, Luís olha a casa e um calafrio sobe e desce por sua coluna. Suor, ele pensa, o mesmo suor que inunda sua testa. Tanto tempo depois, tanta vida depois, e agora ele está novamente ali, para contabilizar. O inventário precisa mostrar, linha após linha, as perdas e os ganhos […]

Ler Mais

Epitáfio

Não me venham com essa história de Mãe devotada, nossa eterna saudade. Escrevam aí: Morreu de cansada. Porque é assim que estou e me sinto: cansada. Saio desta vida com alívio, não preciso trabalhar mais. Chega de varrer, cozinhar, lavar, passar, limpar, costurar, chega! Não vou levar comigo os baldes nem os panos de chão […]

Ler Mais

Uma família

Em minha casa os familiares falam ao mesmo tempo, menos eu. Isso causa alguma estranheza em todos, e não raro se perguntam se eu teria alguma doença ou algum retardo mental. Izildinha, minha irmã mais velha, sim, como fala! Ninguém a ouve, como de resto ninguém ouve ninguém, mas não lhe faltam elogios por sua […]

Ler Mais

Memórias de aquarela

Eu subia na ponta dos pés, esticava o braço e arrancava uma maçã. Depois me sentava no chão e apoiava as costas no tronco da macieira. Enfiava os dentes na fruta enquanto as vacas, mais adiante, olhavam como estátuas o horizonte de montanhas e nuvens baixas. Nada acontecia nesse cenário parado, o ar não se […]

19 de janeiro de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Prosa Poética aquarela, mundo, vida

Ler Mais

O enterro do coronel Hermes

Era o dia de seu enterro. O problema é que ele se sentia mais cheio de vida que nunca. Havia alegria em seu coração, riso em sua alma, amor e bondade em seus olhos, fora a enorme vontade de continuar vivo por muitos anos ainda. Algumas pessoas, porém, pensavam diferente: sua família e seus amigos […]

Ler Mais

Pelo retrovisor

Bom seria se amanhã eu pudesse olhar pra você com os olhos de ontem. Assim, depois de uns poucos meses, conseguiríamos superar essa indiferença doída que existe hoje entre nós e começaríamos de novo com nossas brigas. Num par de anos estaríamos na fase das pequenas discussões cotidianas, todas por motivos sem importância e, muito […]

Ler Mais

O menino e o mar

— Esse menino tem o mar na cabeça — pensava o pai ao ver Santiago brincando no milharal com o barquinho de papel. O vento fazia dançar as folhas da plantação como imensas ondas verdes, um oceano revolto sobre o qual flutuava solitária a pequena embarcação. Santiago ainda não conhecia o mar, mas sabia que […]

Ler Mais