Close

vinho

Solidão para uso diário

Esse homem poderia se chamar Antenor, mas daria no mesmo se seu nome fosse Bismarque ou Frederico. Lembro-me de que, por um ou dois copos de vinho e um pouco de companhia, falamos mentiras um ao outro, da mesma maneira que mentem as pessoas cuja alma chega machucada ao final do mês, quando o salário […]

15 de fevereiro de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos companhia, solidão, vinho

Ler Mais

O limite do insuportável

Esta noite uma tormenta se avizinha. Há meses chove sem parar no vilarejo, como numa Macondo da vida real, deslocada no tempo e no espaço. Só se vê escuridão e água, nunca mais um amanhecer separando o dia da noite. Ninguém sai à rua, só para o imprescindível, como comprar comida. Na volta, até os […]

Ler Mais

A chuva lá fora

Chovia muito naquela noite, mas lá dentro não havia janela, de modo que só se sabia da tempestade pelo barulho. Ele estava tranquilo, pelo menos aparentava estar. Acomodou-se como pôde na cadeira e bebeu em silêncio a taça de vinho tinto, em pequenos goles. Seus olhos vagavam pelo cômodo pequeno e se notava sua intenção […]

Ler Mais

Vinho

Levanta o copo contra a luz e observa o conteúdo: um líquido de cor amarela, intensa, com tons dourados como os cabelos da pequena Tatiana brincando sob o sol. Mexe o cristal e vê que no líquido não se percebem as lágrimas. É melhor que seja assim. Aproxima o copo do nariz e inspira: um […]

6 de julho de 2015 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/" title="Visualizar todas as postagens por " rel="author"> Contos abandono, vinho

Ler Mais