Close

7 de julho de 2017

Tartaruga

Queria ser uma tartaruga e ter uma couraça

onde guardar as dúvidas,

onde me esconder dos medos

e fingir que não estou presente.

Com ela eu poderia evitar os predadores

e demonstrar alguma coragem.

 

Uma couraça sem água ou luz,

Num mundo onde tanto faz

ser tartaruga ou um grão de milho,

ser mamífero ou um peixe. Tanto faz.

 

Uma couraça onde eu pudesse trocar de pele,

esconder minha teimosia,

onde pudesse ser pessoa sensível

e chorar,

sem que ninguém me acusasse,

sem provas,

sem argumentos,

sem razão e sem alma,

de ser avestruz.

 




Tags:, ,

7 de julho de 2017 < a href="http://homemdepalavra.com.br/author/mbaggio/" title="Visualizar todas as postagens por Mario baggio" rel="author">Mario baggio Poesia avestruz, couraça, tartaruga

               
              
            
                

Deixe um comentário